Cidades

Alunos finalistas do Concurso de Desenho e Redação sobre combate às queimadas vivem experiência de ser bombeiro

Ser bombeiro por uma manhã inteira. Esse foi o presente que as 12 crianças finalistas do 2º Concurso de Desenho e Redação – com o tema “Eu digo não às queimadas! Diga você também” – ganharam do 2° Batalhão de Bombeiros Militar de Várzea Grande, parceiro do projeto juntamente com as Secretarias Municipais de Educação, Cultura, Esporte e Lazer (SMECEL) e de Meio Ambiente e Desenvolvimento Rural Sustentável (SEMMADRS), nesta sexta-feira (7).

Os alunos do Ensino Fundamental da rede municipal chegaram cedo ao Batalhão, acompanhados dos pais/responsáveis, professores e servidores das secretarias envolvidas. Lá, foram recebidos pelo comandante, tenente coronel Rafael Ribeiro Marcondes, que ministrou palestra sobre a história, missão e carreira dos bombeiros. Tudo ocorreu de forma descontraída, com uma dinâmica que consistia em simular um programa de TV de perguntas e respostas, com direito a prêmio para quem acertasse.

“Gostaria de parabenizar a todos vocês, que já são vitoriosos e por isso estão aqui, como prêmio e recompensa. Quero parabenizar também aos professores por fazer parte dessa conquista e do sonho dessas crianças […] Estou muito feliz de receber vocês aqui e de poder participar um pouquinho dessa construção, desse momento da vida de vocês”, declarou o comandante.

Em seguida, foi a vez de conhecer tudo na prática. Os estudantes foram apresentados às viaturas e equipamentos utilizados nas missões de combate ao fogo e salvamento. Todos eles puderam vestir o uniforme de bombeiro, entrar na viatura, dar uma volta no quarteirão e simular uma ocorrência de combate a um incêndio, apagando fogo de verdade, com muita segurança e sob controle dos profissionais.

A manhã ainda contou com atividades de rapel e tirolesa e as crianças conheceram a cadela Sharon, companheira dos bombeiros nas operações de busca e captura. Taluany Gomes, 12, aluna do 7º ano da EMEB Lenine de Campos Póvoas, elogiou a experiência. “Achei incrível, maravilhoso estar aqui! Foi a primeira vez que entrei no caminhão de bombeiro”, contou. Segundo a finalista da categoria redação, sua inspiração para o texto partiu do sofrimento causado pelos incêndios florestais. “Eu me inspirei muito na morte dos animais. E que triste tudo isso! Falei também que as queimadas podem causar riscos também a nós, seres humanos, às árvores e aos animais que moram nelas”.


Claudineia Pereira de Souza, mãe de Júlia Souza Torrezan, 8, era puro orgulho ao ver a filha vestida de bombeiro e apagando o fogo. “É uma experiência única e emocionante! Como mãe, estou muito orgulhosa. Larguei tudo para vir prestigiar ela”, contou.

Quem também estava orgulhosa era a professora de Ciências da EMEB Bianca Lorena da Rocha Capilé (comunidade rural Sadia 3), Kelly Magalhães. Com duas alunas entre os 12 finalistas, ela não escondia a satisfação em participar daquele momento. “Estou me sentindo orgulhosa por eles, é um incentivo para eles terem noção de que profissão seguir e também para conscientizar sobre a preservação do meio ambiente. Isso com certeza vai ficar pra vida inteira deles”, afirmou.

O secretário municipal de Meio Ambiente e Desenvolvimento Rural Sustentável, Célio Santos, destacou a importância do projeto para a educação ambiental. “Queremos parabenizar o prefeito Kalil Baracat por ter nos oportunizado fazer essa parceria entre Secretaria de Educação, Secretaria de Meio Ambiente e Corpo de Bombeiros no sentido de levar conscientização sobre a importância de evitar as queimadas urbanas porque trazem sérios prejuízos para a população em geral. É uma parceria fantástica que traz resultados extremamente positivos para a qualidade de vida da população de Várzea Grande”, disse.

Conforme o assessor pedagógico da SMECEL, Vagner César Souza Barros, todas as atividades praticadas ao longo do concurso, como as palestras nas quase 70 escolas inscritas, a elaboração dos desenhos e das redações e a aula de campo no Batalhão do Corpo de Bombeiros fortalecem o aprendizado. “Esse processo todo permitiu uma construção de saberes, que permite que cada um desses alunos torne-se um agente de transformação que vai colaborar com um meio ambiente mais harmônico. Esse momento de reflexão permite uma mudança de cultura e faz com que, em breve, a gente consiga ter uma sociedade que destine mais corretamente os resíduos”, afirma.

O grande evento de encerramento e premiação dos alunos ocorrerá na próxima terça-feira (11), véspera do dia das crianças, quando serão entregues bicicletas aos primeiros colocados, tablets aos que ficarem na segunda posição e mochilas aos que ocuparem o terceiro lugar no pódio.

Leia Também

Comentários