Política

Ativista LGBT retrata Virgem Maria como homem transexual

 

O embaixador especial da causa LGBTQIA+ no Parlamento Europeu, Ricardo Simonetti, causou polêmica ao aparecer na capa de uma revista alemã vestido como uma virgem Maria transgênero.

Simonetti apareceu na revista Siegessäule, na edição de dezembro. De véu azul e túnica branca, ele segura um bebê, representando Jesus.

Mas não parou por aí. Em outra foto, ele aparece sendo abraçado por outro homem – uma representação da Família Sagrada com um casal gay.

“Se ignoramos o fato de que Jesus não era branco, poderíamos acreditar que a Virgem Maria tinha barba, por que não?”, escreveu o ativista ao publicar as imagens nas redes sociais.

Cristãos se ofendem

Sua atitude gerou inúmeras críticas e até mesmo pedidos de exoneração. O alemão Riccardo Simonetti, de 28 anos, está no cargo de embaixador do Parlamento Europeu para assuntos LGBTQIA+ desde fevereiro deste ano.

A publicação aconteceu no dia 1º de dezembro, no qual se comemora o Dia Mundial do Combate à AIDS, que segundo ele, foi essa a sua motivação.

“Gostaria de encorajá-lo a fazer o teste, conhecer o seu estado e lutar contra o estigma que as pessoas soropositivas ainda têm de enfrentar”, escreveu Simonetti.

O chefe da delegação do partido espanhol de direita Voz no parlamento Europeu, Jorge Buxadé, exigiu que o ativista fosse demitido imediatamente por ter ofendido “milhões de católicos na Europa”. (Gospel Prime)

Leia Também

Menu