Cidades

Atuação da Guarda Municipal resulta em redução das ocorrências criminais e acidentes de trânsito

A Guarda Municipal de Várzea Grande teve um aumento de 150,98% no número de notificações de trânsito nos últimos dois anos. Foram 26.654 notificações em 2021 e 66.985 no ano passado. Em contrapartida, houve redução no número de acidentes de trânsito em solo várzea-grandense. Enquanto em 2021 ocorreram 1.032 acidentes, em 2022 foram registrados 950 casos.

O secretário municipal de Defesa Social, Alessandro Ferreira, avalia que o resultado positivo se deve ao esforço da Prefeitura em atuar nos três pilares da segurança no trânsito, que são engenharia, educação e fiscalização. “A educação e a fiscalização são feitas pela Guarda Municipal, por meio dos projetos que funcionam nas escolas e isso se reflete nos pais. Estamos fiscalizando e as autuações têm correlação direta com a redução dos acidentes de trânsito. Já a engenharia de trânsito é um trabalho feito pela Secretaria de Serviços Públicos e Mobilidade Urbana, que está melhorando o trânsito em Várzea Grande. Nós acreditamos que isso tem surtido resultado e vamos continuar trabalhando em 2023”, comenta.

O comandante da GMVG, Alisson Baracat Salgado, enalteceu o empenho de toda a corporação. “Os resultados positivos no trânsito de nossa cidade estão ligados diretamente aos esforços de nossos agentes, principalmente na parte de fiscalização. Atualmente, nosso principal trabalho é a operação Lei Seca, que tira das ruas os motoristas que fazem uso de álcool e direção. Além de evitar o acidente com o condutor embriagado, a operação também evita danos e mortes a terceiros”, afirma.

Além da atuação no trânsito, o trabalho da Guarda Municipal também tem impactado positivamente na sensação de segurança no município. Isso porque o registro de ocorrências caiu pela metade entre 2021 e 2022. De 220 baixou para 110 atendimentos de combate à criminalidade.

Para Alessandro Ferreira, os números positivos têm relação direta com a valorização dos servidores públicos promovida na gestão Kalil Baracat. “Houve aumento do investimento, através do abono que é pago aos guardas municipais sempre que participam de plantões em operações como Sossego Público, Lei Seca e outras. O prefeito autorizou o pagamento desse abono, que ajuda a implementar o operacional e garante condições de atender melhor à sociedade. Além disso, os enquadramentos estão em dia, neste ano de 2023 será feita a reestruturação da Guarda Municipal de Várzea Grande e novas fardas adaptadas ao clima quente da cidade estão em fase de aquisição”, informa o gestor.

Conforme relatório da Secretaria Municipal de Defesa Social, à qual a GMVG é vinculada, a corporação também está mais preparada. Em 2022, a Coordenação de Ensino da GMVG promoveu 12 qualificações.  Todos os 135 guardas municipais participaram do curso de formação em armamento e tiro, autorizado pela Polícia Federal.

Além disso, outras 290 vagas foram preenchidas por eles em cursos como Legislação aplicada no atendimento às vítimas de crimes de homofobia e transfobia, Comunicação da GM com a sociedade e imprensa, Decibelímetro, Libras básico, atendimento pré-hospitalar (APH), talonário eletrônico, piloto de drone, Segurança nas Eleições, adestramento de cães – “Cães de Guerra”. Quase 20 guardas municipais também participaram do Simpósio de Capacitação de Produtos Controlados e do Seminário Internacional de Polícia Comunitária – Sistema KOBAN.


 

Projetos sociais

Além do trabalho diário na segurança pública, a Guarda Municipal é reconhecida pela atuação no âmbito social. No ano passado, o projeto Paz e Segurança na Comunidade Escolar atingiu cerca de 3,5 mil pessoas por meio de palestras que trataram dos mais diversos temas ligados ao público adolescente, como bullying, drogas, educação no trânsito, gravidez na adolescência. Devido à seriedade com que é feito, o trabalho expandiu- se e chegou até mesmo a escolas e empresas de Cuiabá, onde foram realizadas palestras sobre combate ao suicídio, em alusão ao Setembro Amarelo.

Outra importante ação social da Guarda Municipal na área da Educação é o “Arte de Proteger”, voltado para o público infantil. O projeto consiste em campanhas de conscientização feitas por meio de teatro de fantoche nas escolas municipais de Várzea Grande. Os temas mais abordados são educação no trânsito e combate ao abuso sexual contra crianças, tudo abordado em uma linguagem própria à faixa etária do público-alvo. No último ano, foram realizadas mais de 60 visitas às unidades educacionais.

O comandante da GMVG, Alisson Baracat Salgado, destaca a importância da parceria entre Guarda Municipal e Secretaria Municipal de Educação, Esporte e Lazer para promover a conscientização de crianças e adolescentes. “Atuamos muito nas escolas com a educação para o trânsito, que contemplou todas as escolas de nosso município. Com esse trabalho de fiscalização, prevenção e educação continuadamente, só teremos a melhorar ainda mais esses índices”, avalia.

A GMVG também promove o Pedal da Guarda, todas as noites de quinta-feira, partindo da Praça Sarita Baracat com destino a algum ponto da cidade. Em 2021, foram realizados 28 passeios ciclísticos, o que subiu para 44 no ano passado, com aumento também do público, de 11 mil para mais de 16 mil participantes, somando todos os eventos. O projeto promove qualidade de vida às pessoas que buscam alguma prática esportiva, além de interação social e turismo urbano.

A Guarda Municipal também abriga o projeto Judô da Guarda, que beneficia a mais de 40 alunos que participam das aulas gratuitas de judô, às terças e quintas-feiras, na base da GMVG.

Você precisa fazer o login para publicar um comentário.

Leia Também