Política

Audiência pública vai discutir a produção leiteira nos assentamentos de Várzea Grande

O debate acontece nesta sexta, às 14, no assentamento Nossa Senhora Aparecida

Robson Fraga

A Assembleia Legislativa realiza nesta sexta-feira (13), às 14h, audiência pública para debater políticas voltadas à agricultura familiar com foco na cadeia produtiva do leite. O requerimento é do deputado estadual Eduardo Botelho (União Brasil) e tem o deputado Wilson Santos (PSD) como coautor da proposição.

O evento será realizado no assentamento Nossa Senhora Aparecida, conhecido como Sadia II, localizado em Várzea Grande; km 455 da BR-163 (sentido Jangada).

De acordo com o requerimento da audiência, em Várzea Grande existem cerca de 700 agricultores, a maioria familiar, distribuídos em assentamentos e comunidades tradicionais.


No Nossa Senhora Aparecida, por exemplo, está instalada a cooperativa Coopergrandelac, única planta cooperativada que industrializa derivados do leite na Baixada Cuiabana e com capacidade para beneficiar no mínimo 5 mil litros de leite/dia. Contudo, a agroindústria está parada por falta de fornecedores de leite.

“Está mais que provada a aptidão destes produtores à pecuária leiteira. Contudo, faltam políticas públicas que ajudem a desenvolver o setor, como: regularização fundiária e ambiental e linhas de crédito subsidiadas com fundo de aval para que estes pequenos produtores possam viabilizar a produção e permanência de suas famílias no campo. Estes são dois dos assuntos que vamos debater com eles nesta audiência”, explicou o deputado Wilson Santos.

“Hoje, as linhas de crédito oficiais disponíveis apresentam exigências que na atual conjuntura econômico-social estão distantes dos agricultores familiares. […] Exigências ambientais como SIMCAR, APF e a falta de garantias impedem que a maioria dos produtores tenham aceso a crédito que viabilize à exploração da atividade. Juntos queremos encontrar soluções que mudem esta realidade e gerem renda para estas famílias”, completou.

Confirmaram presença na audiência, além dos requerentes, a secretária de estado de Meio Ambiente, Mauren Lazzaretti; Riberto Jose Barbanera, Diretor Presidente da Energisa; Renaldo Loffi, Presidente da Empaer; Francisco Serafim de Barros, Superintendente do Intermat; Marina Souza, Superintendente Substituta do INCRA; Jair Marques, representante do Desenvolve MT; Osmano de Freitas, chefe da Divisão de Desenvolvimento Rural da Superintendência Federal de Agricultura; César Alberto Miranda, secretário de Estado Desenvolvimento Econômico; Valtenir Pereira, deputado federal; e os senadores Carlos Fávaro e Jayme Campos.

Você precisa fazer o login para publicar um comentário.

Leia Também

Menu