Agronegócio

Brasil suspende produção de carne bovina para a China

Nesta terça-feira (19), o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento emitiu um ofício aos frigoríficos brasileiros habilitados para exportação, determinando a suspensão da produção de carne bovina para a China. A medida ocorre 46 dias após a China parar de comprar carne bovina brasileira.

Válida por 60 dias, a medida autoriza que os estabelecimentos estoquem os produtos congelados fabricados anteriormente à suspensão da certificação sanitária internacional de produtos para a China.

Todo o imbróglio envolvendo a carne bovina brasileira e a China começou em 4 de setembro, após casos suspeitos de vaca louca – doença degenerativa, crônica e fatal que afeta o Sistema Nervoso Central de bovinos e que pode ser transmitida aos seres humanos por carne contaminada. Os casos suspeitos foram registrados em Minas Gerais e no Mato Grosso.

O Brasil pode parar a exportação, de acordo com o acordo comercial. A retomada, porém, fica a cargo apenas da decisão do governo chinês, que mantém o embargo.

A ministra da pasta, Tereza Cristina, colocou-se à disposição para viajar até Pequim e tentar negociar o fim da suspensão. (Pleno News)

Leia Também

Menu