Política

Candidato acusa Baracat de ser “laranja” dos Campos em VG

Coronel Zilmar disse que, se eleito, Kalil seguirá ordens de Jayme e Júlio Campos

Da Redação

O candidato a vice-prefeito de Várzea Grande, Coronel Zilmar (PSL), da coligação Coligação Várzea Grande Pode Mais, acusou o candidato a prefeito Kalil Baracat (MDB) de ser “candidato laranja” da família Campos. Ele denunciou que, caso seja eleito, Baracat será obrigado a obedecer ao senador Jayme Campos (DEM) e ao ex-governador Júlio Campos (DEM).

“Todos sabem que não tiveram competência para construir uma candidatura [no DEM] e decidiram lançar o ex-vereador Kalil, para a Prefeitura de Várzea Grande. Apesar de bom menino, todos na nossa cidade sabem que ele será ‘pau mandado’ dos Campos”, declarou o candidato.

Oriundo da Polícia Militar de Mato Grosso, Zilmar Dias se destaca por sua postura firme contra o que considera errado ou imoral, seja no poder público ou na sociedade. “Ele não tem autonomia nem para tocar a campanha eleitoral. Imagina se acontecer de chegar ao comando da prefeitura: vai encher de contratados indicados pela família Campos. O eleitor de Várzea Grande não vai permitir que um laranja seja prefeito”, justificou o candidato a vice-prefeito.

Zilmar Dias elogiou a independência polícia do candidato a prefeito Flávio Frical (PSB), que encabeça a sua chapa. “Vejam o exemplo do Flávio: ele não tem rabo preso com ninguém e não vai precisar inchar a maquina pública com contratações desnecessárias”, complementou Zilmar, em evento político da coligação.

Leia Também

Menu