Cidades

Com pandemia, MT bate recorde em testamentos

G1-MT

O número de testamentos registrados em Mato Grosso aumentou 75% entre janeiro e maio deste ano, em comparação com o mesmo período de 2020, e bateu o recorde de registros feitos pelos cartórios na história deste período. Os dados são da Associação dos Notários e Registradores de Mato Grosso (Anoreg-MT).

A entidade avalia que essa procura está associada à preocupação das pessoas com a segurança dos herdeiros, após o aumento de mortes causadas pela Covid-19 neste ano.

Somente em 2021, 7.306 morreram em decorrência da doença no estado. O número já é maior do que todo o período de pandemia em 2020, quando foram registrados 4.520 óbitos.

Conforme o levantamento feito nos cartórios de notas, Mato Grosso registrou 63 testamentos em 2021. Já nos cinco primeiros meses de 2020 foram 36 atos realizados.

“Além de preservar a vontade do testador relativa a seu patrimônio e a seus desejos pessoais, o testamento tem se tornado um instrumento eficaz para realização de um planejamento patrimonial efetivo, evitando desavenças entre os herdeiros, otimizando a transmissão patrimonial e a gestão dos ativos familiares”, diz a Anoreg-MT.

A Anoreg-MT explica ainda que o testamento também pode beneficiar terceiros não incluídos entre os herdeiros da família, assegurar mais garantias no futuro ao parceiro de relacionamento ou até mesmo reconhecer um filho.

No Brasil, também houve aumento expressivo no número de testamentos registrados neste ano. Foram 13.924 atos em 2021, contra 9.865 no mesmo período do ano passado – aumento de 40.

‘Testamento vital’

A procura pelo testamento vita – tecnicamente conhecido como Diretivas Antecipadas de Vontade (DAVs) – também aumentou no estado. Foram 296 registros entre os meses de janeiro e maio deste ano frente a 160 realizados no mesmo período do ano passado (+85%).

O testamento vital permite que as pessoas, antecipadamente, expressem suas escolhas quanto às diretrizes de um tratamento médico futuro, caso fiquem impossibilitadas de manifestar sua vontade por causa de um acidente ou doença grave.

 

Leia Também