Cidades

Corpo de Bombeiros utiliza aeronave para conter incêndio em terras indígenas

Uma equipe de 14 soldados do Corpo de Bombeiros Militar de Mato Grosso (CBMMT) está combatendo, desde terça-feira (03.08), um incêndio florestal dentro da Reserva Indígena Tadarimana, próximo a Rondonópolis, distante a 218 km de Cuiabá. Pilotos do Batalhão de Emergências Ambientais (BEA) foram integrados na força-tarefa, com uso de uma aeronave para o lançamento d’água na vegetação.

Com apoio do BEA, 3.100 litros d’água estão sendo jogados em pontos estratégicos, ação que auxilia as tropas terrestres para apagar o incêndio o mais rápido possível. A baixa umidade do ar e a vegetação seca são elementos que dificultam o combate das chamas que tem maior facilidade de propagação. O fogo já consumiu cerca de 114 hectares.

O comandante do 3° Batalhão Bombeiro Militar (3º BBM), tenente coronel Fabrício Gomes, explicou que o trabalho em campo continua. O plano estratégico é isolar pontos dentro da mata para conter as chamas e evitar que avance para outras áreas. Neste trabalho, um trator (pá carregadeira) cedido pela Prefeitura de Rondonópolis está sendo usado para fazer essa barreira. Além disso, sobrevoos estão sendo feitos na área para realizar novas estratégias complementares de combate.

Segundo o relatório de ocorrência do (3º BBM), este é o segundo atendimento de combate ao incêndio na mesma localidade. No dia 31 julho, foi detectado através do monitoramento via satélite, na Sala Descentralizada do CRB-ll, que foi parcialmente contigo, mas retornou novamente nesta semana.

Nesta ação de combate, o CBMMT conta com apoio de equipes de solo de brigadistas da prefeitura municipal e brigadistas indígenas.

Leia Também

Menu