Política

Cristina Kirchner teria recebido quase R$ 2 bilhões em esquema de corrupção

‘Querem vingança’, disse a vice-presidente, acusada de fraudar obras públicas em seu curral eleitoral e desviar R$ 1,75 bilhão

A vice-presidente da Argentina, Cristina Kirchner, irritou-se durante um “pronunciamento à nação” para defender-se de um pedido de prisão feito pelo Ministério Público Federal. Cristina se diz vítima de perseguição judicial.


Os promotores acusam a peronista de participar de um esquema para desviar dinheiro público pelo qual um empresário fazia contratos com o Estado e repassava uma parte das verbas a ela. “Nada foi provado contra mim”, rebateu Cristina, em uma live de mais de uma hora nas redes sociais, na quarta-feira 23.

“Não é um julgamento contra mim, é um julgamento contra o peronismo, os governos nacionais e populares”, disse Cristina Kirchner. “Pediram 12 anos de prisão porque foram os melhores 12 anos de governo. Querem vingança, disciplinar a classe política para que ninguém se atreva a fazer o mesmo.” (Revista Oeste)

Leia Também

Comentários