Cidades

Cuiabá descarta aumentar tarifa de ônibus neste ano

Da Redação

O prefeito Emanuel Pinheiro destacou novamente que, de forma inédita, a Prefeitura de Cuiabá irá fechar cinco anos de gestão com apenas dois reajustes na tarifa do transporte público. Segundo ele, ao assumir o mandato como chefe do Executivo, uma de suas principais medidas adotadas foi a quebra do ciclo de aumento anual na passagem de ônibus, sem aplicação das devidas melhorias no sistema.

Ao entregar 144 ônibus nesta terça-feira (03), o prefeito voltou a descartar um reajuste por conta da chegada dos novos veículos. Ele reforçou que a gestão segue focada em modernizar o transporte, para somente depois pensar em reequilíbrio financeiro. De acordo com Emanuel essa é uma estratégia adotada pela gestão do Município, visando garantir que a população pague um preço justo pelo serviço recebido.

“Vamos fechar 5 anos de gestão com apenas dois reajustes na tarifa. Isso é um fato inédito na administração pública de Cuiabá. Sempre disse aos empresários do setor que o equilíbrio econômico financeiro é uma obrigação do gestor. Agora, a tarifa que Cuiabá paga era muito cara para o serviço que estava sendo prestado. Primeiro é preciso melhorar todo o sistema para depois pensar em tarifa”, disse.

Com a entrega dos novos ônibus, Cuiabá alcança de forma histórica a marca de 60% da frota do transporte público com ar-condicionado. Conforme explicado por Emanuel, o planejamento é que em 2022 esse número chegue a 75% e até o fim de 2024 seja 100%. Os veículos também são equipados com câmeras (quatro em cada coletivo), sistema de bilhetagem, elevadores para Pessoas com Deficiência (PcDs) e Wi-fi.

A renovação é fruto do processo licitatório realizado pela gestão Emanuel Pinheiro, com o intuito de promover a modernização, gerando mais segurança e conforto aos mais de 260 mil usuários atendidos pelos 380 veículos em funcionamento na Capital. A concorrência pública foi dividida em quatro lotes, vencidos pelas empresas: Integração Transporte LTDA; Caribus Transportes e Serviços LTDA; Rápido Cuiabá Transporte Urbano LTDA e Viação Paraense LTDA. “Não falamos em aumento de tarifa sem que haja uma renovação da frota. Isso é um fato que defendemos desde o início da nossa gestão e nunca abrimos mão. Além disso, também trabalhamos para que, após a renovação, a qualidade seja mantida. Por isso, uma das nossas exigências é que as empresas assegurem, por exemplo, a redução na idade média dos veículos para, no máximo, cinco anos”, finalizou o prefeito.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Preencha esse campo
Preencha esse campo
Digite um endereço de e-mail válido.
Você precisa concordar com os termos para prosseguir

Leia Também

Menu