CidadesSaúde

Cuiabá garante que não há leitos de UTI bloqueados

Da Redação

A secretária Municipal de Saúde, Ozenira Félix, acompanhou na manhã desta terça-feira (2), a vistoria realizada pela equipe técnica da Secretaria Estadual de Saúde (SMS), que revelou a aptidão dos 95 leitos de UTI (Unidade de Terapia Intensiva) do Hospital Referência contra à Covid-19 (antigo Pronto-Socorro).

“A visita foi excelente, o que eu pude observar é que foram pequenos detalhes que precisamos ajustar. Eu estava bastante preocupada achando que era muita coisa, no entanto, são pequenas adequações. O pessoal me mostrou ponto-a-ponto onde estão os problemas, que geralmente geram. Não está difícil, se nós contabilizarmos hoje, nós temos muitos leitos disponíveis, e a gente vai estar só otimizando, melhorando mais e trabalhando em conjunto com a supervisão do Estado”, disse Ozenira.

A unidade hospitalar dispõe de 80 leitos de UTI adulto e 15 pediátrico, sendo que 69 estão ocupados, porém nenhum leito bloqueado, de acordo com o boletim diário do Hospital Referência. Segundo a secretaria, a respeito dos leitos pactuados ocorre uma divergência de informação quanto às quantidades.

“Nós temos um problema na pactuação, que é o que temos mais leitos de UTI do que o pactuado. Em compensação nós temos menos leitos de enfermaria do que o pactuado. Na verdade na soma, nós temos mais, mas quando vemos os pactuados junto ao Tribunal de Contas do Estado, dá essa diferenciação. Eu vou estar procurando e mostrando para aos órgãos de controle o que está pactuado, e com o secretário de Saúde do Estado, Gilberto Figueiredo, para vermos se repactua ou que vamos fazer com isso”, explicou.

Leia Também

Menu