Cidades

Cuiabá guincha 20 carros parados em vagas prioritárias

Operação visa impedir ocupação ilegal de vagas de deficientes ou idosos

Da Redação

A operação ‘Tolerância Zero’, desencadeada pela Secretaria de Mobilidade Urbana (Semob), flagrou 36 motoristas/motociclistas estacionados em vagas reservadas para idosos e pessoas com deficiência (PCD). A operação teve início no  último dia 15 com o término nesta sexta-feira (19).  Os agentes de trânsito removeram 20 veículos.

Conforme o secretário de Mobilidade Urbana, Antenor Figueiredo, a atitude de alguns motoristas/motociclistas se trata de ‘falta de educação’ no trânsito. “Essa operação será rotineira. Mas isso é falta de bom senso ou falta de educação. Todos os dias há motoristas ou motociclistas usando vagas prioritárias. A gente faz um apelo para que tenham consciência sobre essas vagas. Recebemos muitas queixas dos cidadãos com deficiência ou idosos que se veem impedidos de utilizarem essas vagas porque estão sendo usadas por aqueles que não necessitam delas”, explicou.

A operação focou nos estacionamentos dos parques, Centro e principais avenidas da capital.  Estacionar em vagas reservadas aos deficientes e idosos sem credencial pode resultar na remoção do veículo, 7 pontos na Carteira Nacional de Habilitação (CNH) e R$293,47 de multa.

Observação: Caso o proprietário chegue no momento da autuação, o veículo não é removido. Devido a isso, é normal que o número de infrações seja maior do que a remoção de carros/motos.

 

Leia Também

Menu