Cuiabá tem 3 mil vacinas para 2ª dose

Aplicação da primeira dose está suspensa na capital

G1-MT

Em Cuiabá, a orientação do Ministério da Saúde para usar todo o estoque entregue pelo governo para a primeira dose, sem precisar mais fazer a reserva para a segunda dose, deve ser seguida após a chegada da nova remessa de vacinas, segundo a Secretaria Municipal de Saúde. A aplicação de primeiras doses continua suspensa na capital, por falta de vacinas.

Atualmente, Cuiabá tem 3.120 doses para a segunda aplicação em profissionais da saúde e idosos acima de 85 anos. A aplicação da primeira dose está suspensa no município desde a semana passada por falta de doses. Estão sendo imunizados apenas idosos acamados acima de 85 anos, para os quais foram reservadas menos de 100 doses.

Segundo a Secretaria de Saúde, as vacinas da segunda dose serão reservadas ainda como garantia de imunização no prazo correto, já que não existe uma data certa para a chegada do novo lote. A última remessa de doses chegou no dia 7 deste mês.

A prefeitura recebeu 31.512 doses e tem que receber do estado mais 3.030 da Coronavac e 6630 da AstraZeneca para a segunda dose. Em Mato Grosso, a distribuição das vacinas liberadas pelo Ministério da Saúde aos municípios é feita pelo governo do estado e ficam armazenadas.

Até agora 23.634 pessoas foram vacinadas, sendo que 8.989 delas já receberam a segunda dose.

As doses já recebidas estão sendo usadas conforme orientado anteriormente, segundo a Secretaria de Saúde de Cuiabá.

Na sexta-feira (19), o Ministério da Saúde anunciou que decidiu fazer uma mudança na estratégia da vacinação contra a Covid-19 e que o ritmo de chegada de novas doses vai se acelerar daqui para frente, e não será mais preciso reservar metade dos imunizantes de uma leva para a segunda dose.

Ao todo, Mato Grosso recebeu 191.760 doses e, destas, pouco mais de 33 mil foram destinadas a Cuiabá. Parte delas foi aplicada pelo estado nos profissionais da saúde que atuam em hospitais em Cuiabá.

A previsão do Ministério da Saúde é entregar mais doses aos estados e municípios até o início de março.

Vacinação suspensa

Cuiabá: suspendeu a aplicação da primeira dose na última terça-feira (16). Mas, de acordo com a Secretaria de Saúde, foi assegurada a segunda dose para quem já recebeu a primeira dose.

Cuiabá parou a vacinação dos idosos, exceto dos acamados que estão sendo imunizados em casa, e mantêm a vacinação da segunda dose dos profissionais da saúde.

No município, foram vacinados idosos acima de 60 anos que vivem em abrigos, idosos acima de 85 anos, profissionais da saúde que atuam na linha de frente da Covid-19 e indígenas.

Em estoque, o município tem menos de 100 doses para a primeira dose, que estão sendo utilizadas na vacinação dos idosos a partir de 85 anos acamados.

A vacinação começou no dia 20 de janeiro.

Mais de 3.500 doses enviadas para Cuiabá foram destinadas aos indígenas.

Na quarta (17), Mauro Mendes e outros governadores participaram de uma reunião virtual com o ministro da Saúde, Eduardo Pazuello. Na audiência, Pazuello disse que 230 milhões de doses de vacinas contra Covid-19 serão entregues aos estados até 31 de julho.