Cuiabá tem 42 mortes por Covid em 7 dias

Da Redação

Desde o registro dos primeiros casos em Cuiabá, a Secretaria Municipal de Saúde, com apoio de pesquisadores da Universidade Federal de Mato Grosso publica semanalmente o Informe Epidemiológico sobre a COVID-19, com o objetivo de monitorar o padrão de morbidade e mortalidade e descrever as características clínicas e epidemiológicas dos casos de Síndrome Respiratória Aguda Grave – SRAG – pelo SARS-Cov-2 em residentes no município de Cuiabá. Em 2020 foram divulgados 38 informes e, dando continuidade, este é o primeiro informe de 2021, no qual apresentamos as informações desde a data da notificação do primeiro caso em Cuiabá até a 01ª Semana Epidemiológica (SE), compreendendo o período de 14 de março a 09 de janeiro de 2021.

Os dados referentes ao número de casos de COVID-19 são registrados no sistema considerando a data de notificação. Desta forma, o número de casos é atualizado diariamente e, portanto, algumas diferenças quanto ao número de casos e indicadores advindos desses poderão ser notadas quando comparado com os informes publicados em semanas anteriores.

Destaques da Semana Epidemiológica 01 – 03 a 09 de janeiro de 2021

– Até 09 de janeiro:

– 42.525 casos de COVID-19 de residentes em Cuiabá, 93,2% recuperados e 1.221 mortes

– O risco de infecção é maior em pessoas de cor/raça negra.

– A taxa de infecção em adolescentes e jovens (20 a 29 anos) foram as que mais cresceram desde 18/julho/2020 – 1.012% e 744% respectivamente, evidenciando aumento superior do risco de infecção nesses grupos etários.

– Risco de internação se eleva com a idade, sendo maior no sexo masculino, exceto nas faixas etárias de 0 a 19 anos e 20 a 29 anos, quando o risco é superior no sexo feminino.

– O risco de morte é crescente com a idade e sempre mais elevado para o sexo masculino quando comparado ao feminino.

Na última semana

– 700 casos notificados de COVID-19 e 42 óbitos.

–  Aumento da taxa de ocupação de UTI infantil e enfermaria

– Aumento da média de óbitos diários (6/dia)

– Aumento do valor de Rt (1,06), retomando a valores superiores a 1,0 após duas semanas de declínio. Desde a SE 47 (15 a 21 de novembro), o Rt tem oscilado com valores entre 0,72 (SE 49: 29 de novembro a 05 de dezembro) a 1,33 (SE 47).