Política

De olho em aumentar bancada, MDB apoiará Neri ao Senado

Partido de Carlos Bezerra vê como estratégica saída de Geller da disputa à Câmara dos Deputados

Pablo Rodrigo

Gazeta Digital

 

O deputado federal Neri Geller (PP) se reúne nesta segunda-feira (18) com o governador Mauro Mendes (União Brasil), para avançar nas negociações para a sua candidatura ao Senado Federal em 2022. No encontro, Geller anunciará apoio de novos partidos ao seu projeto.

O encontro que ocorrerá no Palácio Paiaguás, contará com a presença do presidente estadual do MDB, Carlos Bezerra, e do senador Carlos Fávaro, que comanda o PSD no Estado.

 

Conforme o  apurou a reunião será para oficializar o governador Mauro Mendes que o PSD e MDB apoiarão o nome de Neri Geller para disputar o Senado em 2022.   Isso porque a bancada federal do MDB declarou apoio ao projeto de Geller. Para os emedebistas, a saída de Geller da disputa para à Câmara Federal, poderá favorecer a legenda que poderá eleger mais um deputados federal em 2022, chegando a 3 parlamentares.

O apoio do MDB também seria estratégico, já que a legenda busca indicar o vice na chapa de reeleição de Mauro Mendes. Com o apoio à Geller, o MDB teria o respaldo PP e do PSD para indicar o vice.

Com a declaração de apoio do MDB, Neri Geller praticamente garante vantagem na disputa com o senador Wellington Fagundes (PL), que busca disputar a reeleição no grupo de Mauro Mendes.

Já Fagundes deverá reabrir suas negociações com o prefeito Emanuel Pinheiro (MDB), que vem trabalhando para construir um palanque de oposição contra Mauro Mendes no Estado.   Emanuel não descarta deixar o MDB para disputar o governo, ou então, lançar a primeira-dama, Márcia Pinheiro, como vice em uma chapa.

Leia Também

Menu