Política

Em programa Mauro foca em saúde e Marcia em educação

No programa eleitoral desta segunda-feira (12) o governador Mauro Mendes (União) focou nas ações de saúde de sua gestão, durante o início da pandemia de covid-19 a partir de 2020.   Mendes explorou o depoimento de pessoas que foram atentidas nos hospitais sob responsabilidade do Estado, bem como o depoimento de uma profissional a respeito da criação do Centro de Triagem na Arena Pantanal.

Já a candidata de oposição, Marcia Pinheiro (PV), trouxe uma série de depoimento de pais e professores do Estado, mostrando o fechamento de escolas, fato que o governo do Estado chama de “redimensionamento”.  A candidata também voltou a trazer a declaração do ex-presidente Lula (PT), pedindo voto e prometendo políticas sociais para combater a fome no Estado.

O pastor Marcos Ritela (PTB) prometeu concurso público para a educação e instalação de escolas militares nos 141   municípios do Estado. O candidato Moisés Franz, do Psol, trouxe o procurador Mauro (PSOL), candidato folclórico do Estado, pedindo voto para ele.

Senado  


O deputado federal Neri Geller (PP), que é candidato ao Senado, repetiu o programa eleitoral da semana passada, trazendo Lula (PT) pedindo voto para ele.   “Para melhorar a vida do povo, eu vou precisar de senadores comprometidos com a reconstrução do Brasil e ninguém melhor que Neri Geller para me ajudar nessa tarefa”, disse Lula na gravação.

Já o senador e candidato à reeleição, Wellington Fagundes (PL), mostrou os trabalhos realizados no Senado e e as suas votações em projeto como do Fies e compra da vacina. Ele voltou a mostrar a imagem dos candidatos à reeleição, Mauro Mendes (União) e Jair Bolsonaro (PL).

O candidato José Roberto (Psol) manteve o seu programa de ataque ao agronegócio e prometeu ampliar investimentos em outros setores. Já Feliciano Azuaga (Novo) se apresentou e pediu voto.   O vereador de Cuiabá Kássio Coelho (Patriota) afirmou ser o único candidato que representa a baixada cuiabana e pediu voto. O presidente licenciado da Aprosoja Brasil, Antônio Galvan (PTB), repetiu o programa dizendo ser o único candidato de direita e bolsonarista.

Com informações Gazeta Digital

Leia Também

Comentários