Política
Nenhum comentário

Em reunião com presidenciável, Mendes lembra quebradeira e medidas impopulares que adotou

Eduardo Leite relatou que também recebeu um Estado cheio de dívidas

DA REDAÇÃO

O governador Mauro Mendes (DEM) recebeu uma visita de cortesia do governador do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite (PSDB), neste sábado (11.09), ocasião na qual compartilharam experiências exitosas de ambas as administrações. A visita ocorreu no Palácio Paiaguás.

Mauro Mendes relatou que, assim como Eduardo Leite, pegou a gestão com muitas dificuldades: dívidas com servidores, fornecedores, Poderes e municípios, recolhimento de viaturas, fechamento de UTIs e desequilíbrio financeiro.

 

“Tomamos medidas necessárias, com ajuda da Assembleia, e consertamos o Estado. Agora já conseguimos nota A no Tesouro Nacional e executamos grandes investimentos públicos. 15% da nossa receita é aplicada em investimentos para a população”, afirmou.

O governador citou que muito do que Mato Grosso é hoje também é fruto do trabalho de imigrantes que vieram de outros estados, como o Rio Grande do Sul.

“O Rio Grande do Sul é um estado importante e tem uma grande conexão com Mato Grosso, porque em vários cantos do nosso estado há pessoas que vieram de lá, assim como de vários outros estados, e que nos ajudaram a construir esse Mato Grosso que dá orgulho a todos nós”, disse.

Eduardo Leite também ressaltou que MT e RS têm muito em comum e que, por isso, é importante a troca de experiências de sucesso das gestões.

Mendes, eduardo leite, blairo, jayme

“Iniciamos governos que estavam em situações difíceis, com dívidas. Trocar essas experiências, conversar sobre as iniciativas adotadas em nossos estados, entender o que se passa por aqui e o que fizemos por lá é uma forma de fazermos esse intercâmbio de informações e assim aprimorarmos nossos governos em favor da população”, pontuou.

Também estiveram presentes: os ex-governadores Blairo Maggi e Júlio Campos; o senador Jayme Campos; os deputados estaduais Wilson Santos e Carlos Avalone; o ex-senador Cidinho Santos; e os secretários de Estado Mauro Carvalho (Casa Civil), César Miranda (Desenvolvimento Econômico) e Beto Dois a Um (Cultura, Esporte e Lazer).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Preencha esse campo
Preencha esse campo
Digite um endereço de e-mail válido.
Você precisa concordar com os termos para prosseguir

Leia Também

Menu