Política

Emanuel destaca ações realizadas no combate a pandemia

O prefeito Emanuel Pinheiro enfatizou que sua gestão tem trabalhado diuturnamente para o fortalecer a Saúde Municipal, não restringindo os atendimentos apenas aos residentes, mas estendendo a pacientes de todo o Estado. Os resultados foram divulgados pelo gestor durante live em suas redes sociais, na noite desta terça-feira (11).

Umas das ações de suma importância e que mereceu destaque foram a abertura de 155 leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI), exclusivos para Covid-19. Transformou ainda as principais unidades de saúde da cidade em referência para o tratamento da doença, disponibilizando todo suporte profissional e estrutural exigidos pelas autoridades sanitárias. Desta forma, o Hospital Referência (Antigo Pronto Socorro), recebeu 95 leitos (80 adultos e 15 pediátricos) e 60 no São Benedito. O Hospital Municipal de Cuiabá (HMC) ficou responsável pela cobertura das demais patologias.

Em julho de 2020, Pinheiro alcançou um feito inédito no pico de contaminação, após abrir mais 20 leitos de UTIs no Hospital Referência, conseguindo assim, zerar a fila de espera por vagas em Mato Grosso.

Em seguida, o Ministério da Saúde anunciou a abertura da vacinação em massa no país, contemplando os municípios e capitais. Prontamente, o prefeito não mediu esforços e, por intermédio do trabalho em conjunto de sua equipe, abriu 39 postos de vacinação espalhados em diversas regiões do município, atingindo, em menos de um ano e meio a marca de aproximadamente 900 mil pessoas vacinadas, o que engloba a primeira, segunda e dose de reforço.

Apesar dos avanços, Emanuel lamentou que os índices poderiam ser ainda mais satisfatórios. A exemplo, a resistência que persiste entre a comunidade em receber os imunizantes.

“Estamos seguindo à risca as determinações da Organização Mundial de Saúde, Ministério da Saúde e nosso Comitê de Enfrentamento a Covid-19. Temos quase 900 mil doses aplicadas e, mesmo diante de uma nova ameaça do vírus e das Síndromes Gripais temos conseguido manter certa estabilidade. Apesar disso, não podemos obrigar ninguém a vacinar, conforme estabelece a constituição. Se tratando de saúde coletiva, não podemos impor, porém, recomendamos com toda segurança e seguindo todos os protocolos necessários”, pontuou.

A curva acentuada de contaminação, que há pouco tempo registrou queda, voltou a subir consideravelmente nos últimos meses, em especial, após a passagem das festas de fim de ano, acompanhada das síndromes gripais. Por este motivo, a Gestão Emanuel Pinheiro implantou nas Unidade Básicas de Saúde (UBS), a testagem rápida, com a finalidade de dar celeridade aos diagnósticos e consequentemente o tratamento precoce.

Além dos danos causados à saúde, o vírus afetou drasticamente a renda das famílias cuiabanas, com a queda nos rendimentos financeiros e o desemprego. Pensando isso, o Chefe do Executivo Municipal estabeleceu o programa Renda Solidária, com pagamento do auxílio no valor de R$ 500 pelo período de três meses a quase 1.700 autônomos, entre eles, catadores de materiais recicláveis, feirantes, ambulantes, motoristas do transporte escolar e carroceiros, categorias estas que tiveram suas operações suspensas em razão da pandemia.

A suspensão de aumentos e cortes das tarifas de água e luz, mesmo em casos de atrasos nas quitações dos débitos foi outra medida em favorecimento dos munícipes adotadas pelo prefeito, bem como a proibição no reajuste na tarifa do transporte coletivo. Os estudantes, por sua vez, não ficaram desamparados. O projeto Alimentação Escolar que atende aqueles classificados em situação vulnerabilidade social entregou mais de 240 mil cestas básicas.

Já o Hotel Albergue, idealizado pela primeira-dama, Márcia Pinheiro, oportunizou o acesso à hospedagem segura as pessoas em situação de rua com direito a quatro refeições diárias, acesso a documentação, corte de cabelo, atendimentos de saúde e cadastros em programas sociais.

A boa notícia recente, vem seguida da aprovação da segunda fase do Renda Solidária, beneficiando 375 famílias que vivem da coleta seletiva de lixo e carroceiros. O prefeito falou ainda sobre o Cuiabanco, projeto para criar uma agência de fomento a micro e pequenos empresários, e que já está na Câmara Municipal para ser aprovado. “Com o Cuiabanco, além de darmos uma oportunidade para os micro e pequenos empresários de consolidar seu empreendimento, vamos fortalecer a economia, gerando emprego e renda”, disse.

Você precisa fazer o login para publicar um comentário.

Leia Também

Menu