Cidades

Emanuelzinho comemora expansão de ferrovia em MT

Da Redação

A expansão dos trilhos da Ferrovia Senador Vuolo foi anunciada oficialmente pela Rumo Logística, empresa que detém a concessão da malha em Mato Grosso e parte do território paulista. O plano da empresa é que o trem saia de Rondonópolis, indo até Lucas do Rio Verde e o ponto que deve representar maior desenvolvimento para o estado, que é a passagem por Cuiabá. Essa é uma luta antiga que começou com o ex-senador e ex-prefeito de Cuiabá, Francisco Vuolo.

Desde 2019, o deputado federal Emanuel Pinheiro Neto (PTB-MT), junto a bancada mato-grossense, tem articulado com o governo federal, para acelerar as autorizações necessárias para a operação da ferrovia.

“É um ganho muito grande para o nosso estado. Com um terminal que passe em Cuiabá, vamos ver a movimentação da economia local, colocando a baixada cuiabana de vez no eixo do desenvolvimento de Mato Grosso que a população merece”, comemorou Emanuelzinho.

Emanuelzinho esteve à frente das reuniões com o Tribunal de Contas da União, acompanhando o, hoje, Secretário de Agricultura, Trabalho e Desenvolvimento Econômico de Cuiabá, Francisco Vuolo em Brasília. “A articulação do deputado foi decisiva para que essa autorização saísse logo”, disse o secretário.

Na época, o parlamentar destacou no plenário da Câmara que “a ferrovia vai ainda desafogar o trânsito, ter melhor manutenção das estradas e o mais importante, que é a geração de empregos para os mato-grossenses”.

O investimento na expansão da ferrovia está na ordem de R$7 bilhões, pagos pela iniciativa privada. Até então eram 755 km, que com o novo projeto, aumentará em pelo menos 200 km para chegar até Cuiabá.

 

Leia Também

Menu