Esporte

Estudantes da Rede Estadual participam da 33ª Jornada de Foguetes no Rio de Janeiro

A Escola Estadual Desembargador ‘Milton Armando Pompeu de Barros’, em Colider, irá participar da 33ª Jornada de Foguetes, de 24 a 27 de outubro, na cidade de Barra do Piraí (RJ). Para o evento, a gestão da unidade escolar formou duas equipes compostas por alunas do Ensino Médio. Anelise Carrara (1º A), Brenda Arruda (1ºA), Handrielly Torres (3ºA), Isabella Padilha (3ºA) e Júlia Henchen (3ºA) vão ao Rio de Janeiro acompanhadas pelo professor de Geografia, Rinaldo Marques Padilha.

O evento acontece desde 2009 e os participantes são selecionados dentre aqueles que participaram da Mostra Brasileira de Foguetes (MOBFOG), no corrente ano, em suas escolas. Em 2022, reunirá equipes do Ensino Médio de vários estados e que lançaram o mais distante possível os seus foguetes em atividades escolares.

As duas equipes que representarão Mato Grosso são iniciantes na construção e lançamentos de foguetes, mas aceitaram o desafio. Na Escola Estadual ‘Milton Armando Pompeu de Barros’, por exemplo, já se tornou tradição a realização da Mostra Brasileira de Foguetes. Desde 2011 que acontece, com objetivo de estimular os alunos à pesquisa e inovação.

“É importante a participação da comunidade estudantil em eventos como esse, afinal, contribui para o ensino-aprendizagem e leva os docentes a mais experimentos capazes de motivar os alunos. Dessa forma, eles são estimulados à aprendizagem de conceitos científicos”, define a diretora regional de educação do polo Sinop, Cristiane Signor.

Cristiane observa que nesse ano letivo, a Mostra de Foguetes foi realizada em abril com a participação de professores, estudantes e da comunidade externa. “Essas experiências promovem autonomia e o protagonismo dos estudantes. Além disso, desperta a consciência da preservação, já que usam materiais recicláveis na construção dos foguetes. No que depender da DRE, vamos continuar apoiando essas ações”, completou.


Em setembro deste ano, a escola também participou da 2ª Olimpíada Mato-grossense de Lançamento de Foguetes, em Guarantã do Norte. Na ocasião, conquistaram o 2º lugar, competindo com escolas de Ensino Médio Regular, Ensino Médio do IFMT e Escolas Militares.

As garrafas pet são a matéria-prima principal desta experiência. Para cada foguete, usa-se duas garrafas. Uma para o corpo do foguete e outra para a ponta. Feito isso, são coladas três ou quatro aletas na base e elas adquirem o formato de foguete. Já o combustível para levantar voo, é o resultado da reação química de vinagre e bicarbonato de sódio.

Para o lançamento dos foguetes, é utilizado uma base construída com tubos de PVC, com algumas conexões e acessórios de baixo custo. Os foguetes construídos e lançados pelos alunos da unidade escolar voam distâncias entre 100 a 210 metros, porém, o objetivo para o evento no Rio de Janeiro é ultrapassar os 300 metros e estar entre as cinco melhores equipes do Brasil.

“Agradecemos à Seduc-MT, que, por meio da DRE polo Sinop, viabilizou R$14 mil em verba complementar para custear as passagens, estadia e inscrição das equipes no evento. Nossas estudantes estão dispostas a competir e, certamente, buscarão o primeiro lugar no pódio. Nosso reconhecimento também ao professor de Geografia, Rinaldo Marques Padilha. Ele é o nosso maior incentivador”, disse o diretor da escola, Fabiano Costa.

Leia Também