Cidades

Furtos de tampa de bueiros voltam a crescer e geram prejuízo mensal de até R$ 11 mil

Uma prática ilegal e que coloca em risco diariamente a vida de condutores e pedestres, o furto das tampas de bueiros de ferro, voltou a crescer de forma significativa, na Capital. Diante disso, a Secretaria Municipal de Obras Públicas (SMOP), responsável pelas substituições, faz um alerta e pede a colaboração da população no combate aos casos desta natureza.

Conforme um levantamento realizado pela Pasta, cerca de 12 a 15 peças deste material são subtraídas mensalmente no município, o que resulta em prejuízo de aproximadamente R$ 11 mil aos cofres públicos.

O prefeito em exercício, José Roberto Stopa, pontuou que, além das perdas financeiras, os crimes contra o patrimônio público, transformam-se em uma das principais causas de acidentes de trânsito.

“Infelizmente, temos que lidar com esse tipo de situação todos os dias, que além de danificar os veículos, fazem vítimas fatais, um perigo para todos. As tampas servem justamente para proteger de águas pluviais subterrâneas, dando segurança para sociedade, no entanto, todos os dias somos notificados dos furtos. A Prefeitura de Cuiabá tem feito a sua parte, porém, é necessário um esforço em conjunto”, enfatizou.


O interino da SMOP, Rauf Macedo, explica que a gestão Emanuel Pinheiro conta com um setor próprio que atua na confecção das tampas de concreto, atendendo às trocas, bem como as demandas estruturais.

“Além do desfalque das tampas de ferro, temos um custo de fabricação e mão de obra que gira em torno de R$ 350. Valores poderiam ser investidos em outros setores de grande necessidade dos municípios. Peço encarecidamente para que tomem consciência”, pontuou.

O Executivo Municipal orienta os cidadãos que testemunharem ações proibitivas, que acionem às autoridades policiais competentes para adoção das providências cabíveis.

Além disso, conta com um canal de comunicação exclusivo para o tratamento das demandas comunitárias, o ZapObras, que funciona por meio do telefone: (65) 99216-0484, no expediente de segunda-feira à sexta-feira, das 08h às 18h.

Leia Também

Comentários