Política

Governador: “Ferrovia Estadual e Ferrogrão, juntas, elevam patamar de MT na logística mundial”

O governador Mauro Mendes afirmou que o lançamento da Ferrogrão, que é articulado pelo Governo Federal, aliado com a implantação da Ferrovia Estadual, vai “elevar o patamar de MT na logística mundial”.

Neste sábado (21.08), haverá um evento em defesa da Ferrogrão, na cidade de Sinop. Além de Mauro Mendes, também estará presente no ato o ministro da Infraestrutura, Tarcísio de Freitas.

“A Ferrovia Estadual e Ferrogrão, juntas, elevam o patamar de MT na logística mundial. Por ser uma ferrovia entre dois estados, a legislação determina que só pode ser feita pelo Governo Federal. E cabe a nós apoiar, cobrar e incentivar. E tudo o que depender de mim enquanto governador, vou trabalhar todos os dias para viabilizar a Ferrogrão”, afirmou.

Mauro Mendes ressaltou que o Governo de Mato Grosso tem feito um grande esforço para melhorar a logística rodoviária e ferroviária no estado. A previsão é que até o final de 2022, a gestão entregue 2.500 de asfalto novo, só para citar um exemplo.

“Dentro desse esforço de melhorar a logística, desenvolvemos todo o pacote legislativo com apoio da Assembleia e aprovamos todas as leis necessárias para dar andamento à primeira ferrovia estadual brasileira, baseado na legislação federal e nas leis estaduais”.

O gestor lembrou que a Ferrovia Estadual sairá de Rondonópolis até Cuiabá e de Rondonópolis até Lucas do Rio Verde, passando por Nova Mutum, além de se conectar com a malha ferroviária nacional, com investimento previsto de R$ 12 bilhões, em recursos da empresa que vencer o chamamento público.

Já a Ferrogrão também vai abranger um eixo de grande importância, que sai de Sinop até Miritituba, no Pará. A previsão é que R$ 25 bilhões sejam investidos na obra.
“Porque tendo essas duas ferrovias, mais a Fico [Ferrovia de Integração do Centro-Oeste] no Araguaia, junto com as alternativas já existentes, gera uma competição que vai fazer o custo do frete cair. Caindo o custo do frete, isso melhora para todo mundo. Melhora a geração de emprego, pois serão milhares de empregos gerados não só na obra, mas com as oportunidades que serão criadas. Vai gerar empregos com mais qualificação e remuneração para as famílias mato-grossenses”, destacou.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Preencha esse campo
Preencha esse campo
Digite um endereço de e-mail válido.
Você precisa concordar com os termos para prosseguir

Leia Também

Menu