CidadesSaúde

Hospital Estadual Santa Casa atende pacientes em mutirão de espirometria

Objetivo é diminuir a demanda reprimida pelo exame na Central Estadual de Regulacão, que registra cerca de 1.200 solicitações

Fernanda Nazário | SES-MT

O Hospital Estadual Santa Casa, em parceria com o Programa Abraçar, da Boehringer Ingelheim, atende cerca de 100 pacientes de diversos municípios de Mato Grosso durante mutirão de exame de espirometria realizado nesta semana na unidade de saúde.

O objetivo é diminuir a demanda reprimida pelo exame na Central Estadual de Regulacão, que registra cerca de 1.200 solicitações. A ação iniciou na segunda-feira (03.10) e segue até esta sexta-feira (07.10) na unidade. Os pacientes são chamados conforme posição na Regulação.

“Apesar de esse ser um serviço prestado pela Atenção Primária, gerida pelos municípios, estamos promovendo esse atendimento visando solucionar o problema daqueles pacientes que aguardam há anos pelo exame”, diz a secretária Estadual de Saúde Kelluby de Oliveira.

Conforme a diretora do hospital, Patrícia Neves, a Boehringer Ingelheim disponibilizou ao hospital o espirômetro, insumos e técnica em espirometria. Em contrapartida, a unidade de saúde cedeu o espaço e outros profissionais para o atendimento durante o mutirão.


A médica pneumologista do hospital e presidente da Sociedade de Pneumologia do Estado de Mato Grosso, Solange de Morais Montanha, explica que a espirometria é imprescindível para os pacientes com doenças respiratórias.

“Com a espirometria o paciente consegue avaliar gravidade e diagnosticar doenças do sistema respiratório como Asma, DPOC e outras, além de acessar medicações gratuitas no Sistema Único de Saúde (SUS) via Farmacia de Alto Custo, que são entregues mediante laudo da espirometria”, pontua a médica.

Novo serviço em implementação

O hospital ganhou do laboratório Aché um espirômetro para implementação do serviço na unidade. Diante disso, a SES deve adquirir nas próximas semanas os insumos necessários para a realização do exame.

A fisioterapeuta do Hospital, Maritza Leite, se habilitou junto a Sociedade Brasileira de Pneumologia (SBPT) para manusear o equipamento, qualificação que contribuirá para a implementação integral do serviço na unidade de saúde. A profissional passou pela capacitação em Brasília e conquistou, no dia 30 de julho deste ano, a autorização da SBPT para realizar o procedimento que será laudado pelo profissional pneumologista.

Leia Também

Comentários