Kalil lidera pesquisa da Gazeta em VG

0
8

Ex-vereador conta com apoio de senador e prefeita

PABLO RODRIGO

A Gazeta

Pesquisa Gazeta Dados encomendada pelo jornal A Gazeta em Várzea Grande aponta a eleição de Kalil Baracat (MDB) para a prefeitura do município com 54,24% dos votos válidos. O emedebista aparece com o dobro de intenção de votos que o segundo colocado, o empresário Flávio Frical (PSB), que alcançou 27,12%.

Bem atrás na terceira colocação está o deputado federal Emanuelzinho (PTB) com 16,95%. E em último lugar, Miltão, do Psol, com 1,69% da preferência do eleitorado.

Para se chegar ao percentual de votos válidos, desconsideram-se os índices de brancos e nulos e os de não sabe e/ou não responderam. Se forem considerados esses índices, Kalil surge também na liderança com 32%, à frente de Frical, que obteve 16%, Emanuelzinho com 10% e Miltão com 1%. Votos brancos e nulos somaram 8% e quem não soube ou não quis responder, 33%.

O favoritismo de Kalil se repete na modalidade espontânea, quando ele totaliza 25% dos entrevistados, que são provocados a responder em quem votariam sem que seja apresentada a lista dos candidatos. Nesse quesito, Frical é citado por 13% e Emanuelzinho 7%. Miltão não pontuou. Brancos e nulos somam 6% e não sabe e/ou não respondeu 49%.

O Gazeta Dados mediu a rejeição dos 4 postulantes ao comando do Paço Couto Magalhães. O deputado federal Emanuelzinho lidera com 41% das indicações dos entrevistados.

Já os que afirmam que poderiam votar somam 14% e quem não o conhece 5%. Já quem votaria com certeza no petebista foram 7%. Não responderam ou não souberam responder 33%.

Em segundo lugar no ranking de rejeição está Miltão com 35%. Outros 25% disseram que não o conhecem, 6% poderiam votar e 1% votariam com certeza. Quem não respondeu soma 33%.

Flávio Frical possui 29% de rejeição. Já quem diz que poderia votar no empresário são 15% e quem votaria com certeza 14%. Dez por cento não o conhece. Não souberam ou não quiseram responder 32%.

Kalil Baracat é o candidato com menor rejeição em Várzea Grande reunindo 21%. Os entrevistados que poderiam votar no emedebista são 16%.

Votariam com certeza 28% e apenas 4% disseram que o não conhece. Não souberam ou não quiseram responder somaram 31%.

O intervalo de confiança é de 95%. Ou seja, se fossem realizadas 100 pesquisas, em 95 delas os resultados estariam iguais a este, dentro da margem de erro estipulada, que é de 3 pontos percentuais para mais ou para menos. A pesquisa foi registrada na Justiça Eleitoral com o número MT-06855/2020.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui