Policial

Ladrões são presos após invadirem casa e roubarem moradores

Três autores de um roubo à residência no bairro Nova Várzea Grande foram em poucas horas identificados e presos, pela Polícia Civil, na noite de quinta-feira (16.12), após investigação da Delegacia Especializada de Roubos e Furtos (Derf) de Várzea Grande.

Os suspeitos de 18, 21 e 24 anos foram autuados em flagrante pelos crimes de roubo e associação criminosa. A ação resultou na apreensão de um veículo Gol e um simulacro de pistola.

No início da manhã de quinta-feira (16), três indivíduos armados invadiram o imóvel e renderam a família. Agindo com extrema violência, o trio amarrou os moradores, sendo um deles obrigado a fazer transferência bancária via PIX para a conta-corrente indicada pelos criminosos.

Conforme narrativa, durante o roubo os suspeitos demonstraram bastante agressivos e audaciosos, pois mantiveram as vítimas o tempo todo sob a mira de arma de fogo, além de debocharem e se alimentarem das comidas que haviam na casa.

Do local foram subtraídos aparelhos televisores, notebook, celulares, joias, videogame, peças de roupa, ventilador, entre outros produtos que foram colocados dentro do automóvel modelo Creta da família, que também foi roubado. Na fuga os suspeitos acabaram colidindo o carro Creta no bairro Figueirinha, sendo o veículo abandonado com parte dos objetos subtraídos.

As vítimas explicaram que logo que os conseguiram se desamarrar, foram imediatamente para o banco, no intuito de quantificar o valor subtraído, bloquear os aplicativos bancários e tentar bloquear o valor de R$ 3,4 mil transferido forçadamente.

Diante dos fatos os policiais civis da Derf de Várzea Grande passaram a diligenciar para apurar a ocorrência, sendo em poucas horas o primeiro participante localizado e preso. Este foi abordado com o veículo Gol de cor vermelha utilizado no roubo, bem como foi quem havia recebido a transferência bancária via PIX.

Perguntado sobre seu envolvimento, o jovem tentou negar, mas depois de ter conhecimento das provas colhidas, acabou revelando que sua função era monitorar em tempo real a ação criminosa, e também assim que recebesse em sua conta bancária o valor roubado, deveria transferir para outro comparsa.

Na ocasião ele contou que figurou como piloto de fuga, dando apoio logístico aos outros criminosos com o transporte dos mesmos no seu veículo Gol de cor vermelha, deixando-os no bairro Figueirinha.

Em seguida com a qualificação dos três indivíduos, os policiais civis receberam informações através do Centro Integrado de Operações de Segurança Pública (CIOSP), que três homens haviam pulado o muro de uma casa no bairro figueirinha. A equipe foi até o local, onde o proprietário confirmou que três indivíduos haviam pulado o muro da residência, mas já tinham fugido, deixando para trás um boné azul da marca Adidas, semelhante ao boné que um dos executores usava no primeiro roubo em investigação.

Ato contínuo os investigadores conseguiram abordar dois dos suspeitos, os quais confessaram o roubo cometido com uso de dois simulacros de pistola. Eles apontaram onde haviam escondido os simulacros e mais dois aparelhos celulares roubados das vítimas.

No local indicado foi encontrado apenas um simulacro de pistola e os dois celulares roubados que estavam escondidos em um matagal, nas proximidades da residência onde os conduzidos haviam pulado o muro.

Com base no flagrante, os três suspeitos, um deles passagens criminais por furto, tráfico de drogas e associação ao tráfico de drogas, foram encaminhados até a Derf de Várzea Grande, sendo reconhecidos pelas vítimas.

Durante interrogatórios os conduzidos revelaram detalhadamente a participação de cada um, a divisão do dinheiro roubado, entre outras informações. Eles foram autuados em flagrante por roubo e associação criminosa, e posteriormente apresentados e colocados à disposição da Justiça.

Já as vítimas contaram que estão traumatizadas com a violência sofrida, e temem que os presos sejam colocados em liberdade, pois os mesmos já estavam monitorando a rotina das vítimas há alguns dias e sabem de todos os seus horários.

As investigações continuam visando identifcar outros possíveis envolvidos no crime.

Leia Também

Menu