CidadesSaúde

Mendes autoriza retomada de obra paralisada há 30 anos

Consórcio LC Cuiabá executará a obra de R$ 92,9 milhões

Da Redação


O governador Mauro Mendes e o secretário de Saúde, Gilberto Figueiredo, assinam nesta sexta-feira (06.11) a ordem de serviço para a retomada das obras do Hospital Central, paralisadas há mais de 30 anos.

A assinatura está marcada para as 08h, no local da construção do hospital. Após a solenidade, governador e secretário atenderão a imprensa em entrevista coletiva.

O Consórcio LC Cuiabá será o responsável pela obra, que terá valor de R$ 92,9 milhões, uma economia de 20% em relação ao custo inicial, que era de R$ 113,9 milhões, para a construção e ampliação do hospital.

Anunciado em novembro de 2019, o novo projeto para o Hospital Central prevê a ampliação de 23 mil m² da estrutura, que passará a contar com o total de 32 mil m² de área construída. Quando a obra for totalmente finalizada, o Hospital Central terá um total de 290 leitos, sendo 60 para Unidade de Terapia Intensiva (UTI), voltados para o atendimento de toda a população mato-grossense.

Leia Também