Política

Mendes libera secretários para disputar eleição; veja cotados

ALLAN MESQUITA

Gazeta Digital

O governador Mauro Mendes (DEM) declarou que os secretários de Estado estão liberandos e tem autonomia para deixar a gestão, caso queiram disputar as eleições de 2022. Dentro do Palácio Paiaguás, há vários nomes já cotados como eventuais candidatos para o próximo ano.

 

“Eu tenho uma boa equipe, se alguém quiser, eu vou respeitar. Não posso negar o direito que eles têm de concorrer ao Legislativo. Eu acredito que toda equipe está desempenhando toda suas funções satisfatoriamente bem. O que eu não posso permitir é que eles deixem de cumprir com suas obrigações” , disse ao enfatizar que os gestores deverão seguir o prazo da Justiça Eleitoral para descompatibilizarem do cargo.

A fala ocorreu na última segunda-feira (2), durante a reunião com a alta cúpula do Democratas (DEM), em Cuiabá. Apesar de lideranças se limitarem a falar sobre o assunto, as articulações seguem a todo vapor nos bastidores.

Dentro da gestão Mauro Mendes, alguns nomes já são ventilados como possíveis candidatos. Entre eles, o secretário de Saúde, Gilberto Figueiredo, que no ano passado, quase encabeçou a disputa pela Prefeitura de Cuiabá. Na época, o gestor foi convencido a ficar fora do pleito para conduzir a caótica situação da pandemia que se instalava em Mato Grosso.

Além dele, também são citados os secretários: Alan Porto (Educação), Silvano Amaral (Agricultura Familiar), Beto Dois a Um (Esporte, Lazer e Cultura).

Ademais, também são colocados como eventuais candidatos o do advogado Wener Santos (Presidente da MT Par) e Juliano Jorge (presidente da Companhia Mato-Grossense de Mineração).

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Preencha esse campo
Preencha esse campo
Digite um endereço de e-mail válido.
Você precisa concordar com os termos para prosseguir

Leia Também

Menu