Opinião

Mercado da beleza: técnicas que rejuvenescem a pele continuam sendo as mais procuradas

A busca por uma pele perfeita tem se tornado cada vez mais comum entre homens e mulheres. Em 2020, com a pandemia de Covid-19, houve um boom no mercado da beleza, mesmo com a crise econômica no país. Segundo a Associação Brasileira de Franchising (ABF), o setor registrou um faturamento de cerca de R$ 34,7 bilhões.

O crescimento é de 3,9% se comparado ao mesmo período entre 2018 e 2019. A especialista em gerenciamento de pele, Thallita Zecchin ressalta que os números são refletidos no aumento da procura por procedimentos estéticos. “Nos últimos anos, procedimentos estéticos deixaram de ser ‘coisa de mulher’ e passou a ser ‘coisa de quem se cuida’”.

A Research & Markets aponta que a previsão é que o mercado global de beleza masculina chegue aos US $78,6 bilhões em 2023.

Thallita pontua que dentre os procedimentos oferecidos em seu consultório especializado em estética corporal e facial, o skinbooster, a toxina botulínica e os peeling são muito procurados tanto por mulheres quanto por homens.

“Procedimentos que oferecem recuperação e hidratação, além de melhorar o aspecto da pele são os mais procurados por quem quer melhorar a aparência da pele. Manchas, linhas de expressão e marcas de acne incomodam ambos os sexos, então não existe distinção na busca por tratamentos”, comenta a especialista.

O skinbooster é um procedimento que recupera a hidratação profunda da pele através de injeções de um booster à base de ácido hialurônico. A substância garante uma reestruturação da derme, dando firmeza e elasticidade, além de melhorar as rugas finas.

Já a toxina botulínica é uma neurotoxina, produzida pela bactéria Clostridium Botulinum que bloqueia sinais nervosos para o músculo, causando paralisia local, o que dá fim às rugas e marcas de expressão.


Pode ser aplicado no terço superior da face, tratando as rugas do bravo, pés de galinha, rugas nasais, arqueamento da sobrancelha e rugas da testa; no terço inferior, que engloba o músculo do platisma, queixo e o depressor do ângulo da boca; ou em ambos, no chamado Botox full.

A técnica pode ser realizada de forma preventiva, ou para reduzir marcas e linhas de expressão. Outros tratamentos mais incomuns são para dores de enxaquecas, bruxismo e melhora do sorriso gengival.

Os peelings podem ser físicos, químicos e com laser, de acordo com a área e o tratamento desejado. O principal uso é no rosto, mas podem ser feitos em regiões como o colo, para melhorar os sinais de envelhecimento e em áreas com estrias.

Além de melhorar linhas e marcas, ainda suaviza e elimina manchas de acne. A palavra peeling vem do inglês “descascar”, pois o procedimento remove a camada mais superficial da pele, causando reestruturação e renovação. Além disso, a técnica estimula a derme a produzir colágeno e outras substâncias que asseguram melhor aspecto para a pele.

Apesar dos inúmeros benefícios dessas técnicas, Thallita Zecchin reforça que o mais importante é se certificar de que está fazendo um procedimento seguro.

“É fundamental que os interessados em procedimentos estéticos procurem profissionais qualificados e com experiência nas técnicas. Eu procuro sempre esclarecer todas as dúvidas e certificar que meus pacientes estejam seguros para realizar aqueles procedimentos”, destaca a profissional.

Leia Também