Mortos em tiroteio com a PM em VG são menores de idade

Da Redação

Os criminosos mortos durante confronto com policiais da Rotam (Rondas Ostensivas Táticas Metropolitana) na madrugada desta terça-feira (5), foram identificados pela Polícia Militar. Todos eram menores de idade e dois deles já tinham passagens por atos infracionais.

Os três  foram surpreendidos no momento em que tentavam furtar a loja EletroKasa, na Avenida Couto Magalhães, no Centro de Várzea Grande.

De acordo com o boletim de ocorrência, a PM foi acionada via Ciosp (Centro Integrado de Operações em Segurança Pública) sobre um possível assalto no estabelecimento. Ao chegarem no local, os policiais encontraram um dos criminosos.

Ao ver a aproximação dos policiais, o ladrão foragiu com uma arma de fogo nas mãos.

Ao checar a lateral da loja, os militares encontraram um buraco na parede por onde os ladrões retiravam os produtos. Próximo ao estabelecimento, a Rotam encontrou um Renault Clio, onde os itens furtados estavam sendo colocados.

Durante a varredura na parte superior da loja, os policiais encontraram três bandidos armados, que atiraram em direção aos agentes, mas acabaram sendo baleados.

Na troca de tiros, os ladrões ficaram feridos e os próprios policiais fizeram o transporte até o pronto-socorro da cidade. Contudo, eles não resistiram aos ferimentos.

Foram apreendidos uma televisão 40 polegadas, um ventilador e materiais para arrombamento, como alicates e um corta fio. Os bandidos estavam em posse de uma pistola 9 mm com 4 munições, um revólver calibre 32 com 5 munições e uma pistola de brinquedo.