MT negocia compra de 1 milhão de doses de vacina chinesa

GAZETA DIGITAL

O governador Mauro Mendes (DEM) afirmou nesta terça-feira (19) que o governo do estado negocia a compra de mais 1 milhão de doses, com dois laboratórios chineses. Apesar de receber as primeiras vacinas esta semana, o estado quer colaborar para que mais pessoas sejam vacinadas.

O primeiro lote das vacinas contra a covid-19 chegou a Mato Grosso na noite de segunda-feira (18). A princípio, eram 65,7 mil doses, que irão imunizar 32 mil pessoas. Porém, para a surpresa da Secretaria de Estado de Saúde (SES-MT), mais 126 mil doses chegam aos municípios nesta terça (19) e quarta-feira (20).

Ainda assim, os dois lotes ainda são insuficientes para garantir a vacinação da população mato-grossense. Como “plano b”, Mendes avalia a importação de mais vacinas diretamente com laboratórios e fabricantes.

O democrata afirma que já tentou comprar as vacinas em outras oportunidades, no entanto, a fabricante Pfizer só negocia diretamente com os governos federais. “Nós, governo de Mato Grosso, tentamos comprar vacina e estamos tentando comprar vacina diretamente. Tivemos uma resposta oficial da Pfizer, dizendo que só negocia com governos federais, uma decisão mundial da Pfizer”, disse.

Mesmo com a negativa, o governo buscou outras duas fabricantes, desta vez da China. A estimativa de compra é de 1 milhão de doses. “Estamos agora tentando com dois outros laboratórios, tentando contato via embaixada, a Cinofarm e a Cinovac, dois laboratórios chineses. A Cinovac é a que estamos distribuindo nesse momento, importando da China para dispor ao Brasil”, explica.