Política

Na TV, Emanuel alega que sofre ataques por contrariar interesses de “poderosos” em Cuiabá

Prefeito diz que adversários estão requentando assuntos para manchar sua imagem

Da Redação


O prefeito de Cuiabá e candidato à reeleição Emanuel Pinheiro (MDB) rebateu, durante programa eleitoral exibido na noite desta sexta-feira (23), ataques que vem sofrendo de seus adversários nos últimos dias.

Segundo o emedebista, os opositores usam de assuntos requentados, uma vez que não têm propostas para apresentar aos eleitores. Ainda conforme o prefeito, sua gestão contraria interesses de pessoas poderosas no Estado e que querem por fim a uma gestão popular e realizadora.

“Querem acabar com o kit escolar, querem aumentar o preço da passagem de ônibus, querem derrubar a proibição no corte de fornecimento de água durante a pandemia. E querem jogar por terra todas as conquistas dos nossos servidores públicos”, disse Emanuel.

“Não se enganem, nossa gestão mexe com muitos interesses. Você sabe que tivemos uma gestão transparente, sem questionamentos”, emendou o gestor.

O prefeito também usou parte do programa para agradecer as mensagens de apoio nas ruas, a confiança e compreensão no trabalho prestado no Município nos últimos quatro anos.  “Os ataques só vão aumentar e a gente tem que continuar firme nessa luta de fazer de Cuiabá uma cidade cada vez mais bonita, mais humana e mais moderna. E que tem uma prioridade clara: dar vez e voz a quem sempre foi esquecido”, afirmou.

Por fim, Emanuel lembrou que desde as primeiras horas da manhã desta sexta a população de Cuiabá passou a contar com mais uma obra entregue pela atual gestão: o viaduto José Maria Barbosa, no entroncamento entre as avenidas Edna Maria Albuquerque Affi (Av. das Torres) e Érico Preza.

ROBERTO FRANÇA 

Já o ex-prefeito de Cuiabá, Roberto França (Patriota) focou no transporte coletivo, destacando que vai defender o usuário e não empresários. “Vamos lutar para enquadrar os empresários e fazer com que o transporte melhore e que você tenha um transporte digno por um preço justo”.

ABÍLIO JÚNIOR 

O vereador Abílio Júnior (Podemos) optou por mostrar sua atuação no Parlamento Municipal, com foco na fiscalização. Lembrou também que presidiu a CPI da Saúde, que contribuiu com a prisão do ex-secretário de saúde, Huark Douglas Correa.  Ele também reproduziu vídeo ao lado do presidente Jair Bolsonaro (sem partido).

GISELA SIMONA

A advogada  Gisela Simona (Pros) mostrou imagens de uma escola precária, destacando que as crianças não mereciam estudar num local com aquele.  Citou a necessidade de valorizar professores da rede pública.

Os demais candidatos repetiram os programas eleitorais.

Leia Também