Nível de Rio Paraguai atinge índice mais baixo do ano por causa da seca em MT

0
0

G1-MT

O Rio Paraguai, em Cáceres, a 250 km de Cuiabá, atingiu nesta terça-feira (15) o nível fluvial mais baixo registrado pela Agência Fluvial da Marinha nos últimos anos.

De acordo com Estanislau Geraldo de Carvalho, comandante da agência que faz o monitoramento, o nível do rio está em 58 centímetros. Nos últimos dias, este índice chegou a 56 centímetros.

Em comparação ao mesmo período do ano passado, o nível de água está bem mais baixo. No dia 15 de setembro do ano passado, o índice era de 86 centímetros, uma diferença era 30 centímetros.

Na cheia, em março deste ano, o nível chegou a 4,4 metros, o maior nível deste ano.

O tempo seco, com a falta de chuva tem ocasionado este problema. Outro rio que está com o nível abaixo do normal é o Rio Vermelho, em Rondonópolis.

Na sexta-feira (11), o nível estava em 1,18 metros, menos da metade do índice ideal, que é de 3 metros.

Segundo a Defesa Civil do município, que faz a medição, esse foi o índice mais baixo registrado em 2020.

O Rio vermelho, responsável pelo abastecimento da cidade, manda água para a estação de tratamento, que distribui para as casas.

Com a seca, o volume de areia que é captado com a água é maior que o normal. Este fator obriga as equipes do serviço de Saneamento Ambiental de Rondonópolis a pararem a captação, de quatro a cinco vezes por dia, para realizarem a limpeza da bomba.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui