Cidades

Nova frota garante conforto aos usuários de Cuiabá

Da Redação

Nesta semana, a população cuiabana recebeu mais 144 novos ônibus que circulam nas rotas em que o fluxo de passageiros é maior.  Algumas linhas contempladas com os novos carros foram: 313 – CPA 4 x Unic 10 unidades; 410 – Santa Rosa 12; 711 – Pedra 90 com 21. Os coletivos  são projetados para que a operação seja possível nas vias ou corredores exclusivos, contando com quatro portas, sendo duas no nível da rua ou avenida e duas no nível do corredor, além de elevador e rampa de acesso, tornando os veículos 100% acessíveis.  As duas portas em funcionamento em cada carro são mais largas e  permitem que o ar-condicionado refrigere por mais tempo.

Das 88 linhas, 60 receberam veículos novos, aproximadamente 70% das linhas do sistema. “Procuramos trazer o que há de modernidade. Essas portas são maiores do que as anteriores e essas duas portas vão segurar muito mais tempo o ar. No Rio de Janeiro, São Paulo e Manaus, por exemplo, é esse tipo de ônibus que circula para dar mais comodidade aos passageiros. Os veículos estão nas linhas troncais, que são as maiores”,  comenta o secretário de Mobilidade Urbana, Juares Samaniego.

Conforme o  prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro, os novos ônibus estão preparados para atender a população com conforto, segurança e qualidade. E ainda as portas tanto do lado direito quanto do esquerdo, contempla o modal que será implantado em Cuiabá, tanto o BRT quanto o VLT.

“Essa é uma decisão que não depende de mim. Mas, seja qual for o próximo modal, deixamos nossa frota de ônibus preparada, respeitando o dinheiro público e prezando pela economicidade. Se der VLT, os ônibus têm a porta do lado direito. Se der BRT, a porta abre do lado esquerdo. Isso foi pensado para atender o melhor sistema para a população”, afirma o prefeito.

A concorrência pública foi dividida em quatro lotes, vencidos pelas empresas: Integração Transporte LTDA; Caribus Transportes e Serviços LTDA; Rápido Cuiabá Transporte Urbano LTDA e Viação Paraense LTDA. Os ônibus devem ser compostos com wi-fi, quatro câmeras de segurança, plataformas elevatórias para cadeirantes e ar-condicionado. Uma das obrigações das concessionárias é a de reduzir a idade média dos ônibus para, no máximo, 5 anos.

As 144 novas unidades foram produzidas nas fábricas da Caio e da Marcopolo, instaladas nas cidades de Botucatu (SP) e de Caxias do Sul (RS). Além disso, a implantação da “Frota Limpa” no sistema também está entre as obrigações das vencedoras da licitação. A iniciativa estabelece que, em um prazo máximo de seis meses após o início de operação, as concessionárias vencedoras devem colocar em operação quatro ônibus (elétricos e híbridos), zero quilômetros, do tipo “Padron”, com baixa emissão de poluentes locais e de CO2.

NOVOS ÔNIBUS

Com a entrega 144 dos novos ônibus, Cuiabá alcança de forma histórica a marca de 60% da frota do transporte público com ar-condicionado. O planejamento é que em 2022 esse número chegue a 75% e até o fim de 2024 seja 100%.

A renovação é fruto do processo licitatório realizado pela gestão Emanuel Pinheiro, com o intuito de promover a modernização, gerando mais segurança e conforto aos mais de 200 mil usuários atendidos pelos mais de 350 veículos em funcionamento na Capital. A concorrência pública foi dividida em quatro lotes, vencidos pelas empresas: Integração Transporte LTDA; Caribus Transportes e Serviços LTDA; Rápido Cuiabá Transporte Urbano LTDA e Viação Paraense LTDA.

Leia Também

Menu