Política

Operação da PRF encerra manifestações em Mato Grosso

Em nota divulgada na manhã desta terça-feira, 22, a Polícia Rodoviária Federal de Mato Grosso (PRF) informou que começou operações para desinterditar estradas federais no Estado. Uma das manifestações já foi desfeita.

No município de Lucas do Rio Verde, que teve vários trechos da BR-163 com interdições totais e parciais desde a quinta-feira 17, os manifestantes já foram retirados do local, segundo a nota da PRF e imagens de vídeo divulgadas pelo governo de Mato Grosso.

Uma motoniveladora foi utilizada para limpar a pista, que continha restos de materiais usados para bloquear a estrada, como pneus queimados e troncos de árvores.

De acordo com a PRF-MT, a operação teve início às 6 horas em Lucas do Rio Verde, e também foi retirada toda a estrutura montada às margens da rodovia.

Além de policiais rodoviários, participaram da operação homens da Polícia Militar, Polícia Civil, Corpo de Bombeiros, Politec, Polícia Federal e órgãos de inteligência, informa a nota.


A PRF ainda não deu detalhes da operação, para informar se houve resistência ou prisões.

Também foi liberada a pista no município de Nova Mutum.

Pela manhã, a PRF nacional tinha informado que havia cinco bloqueios em Mato Grosso e 13 interdições em estradas federais.

Os protestos de caminhoneiros começaram depois do segundo turno das eleições, em 30 de outubro. Eles haviam sido encerrados em 8 de novembro. Porém, com uma decisão do ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF), de bloquear contas de 43 empresas e pessoas físicas que estariam financiando as manifestações, os caminhoneiros voltaram a interditar rodovias na quinta-feira 17.

No domingo 20, o Ministério Público Federal (MPF) e o Ministério Público Estadual em Mato Grosso recomendaram ao governador em exercício, Otaviano Pivetta, que peça a atuação da Força Nacional de Segurança Pública, para apoiar a PRF nas ações para evitar e desfazer bloqueios nas estradas e para identificação dos responsáveis.

Leia Também