Osasco São Cristóvão Saúde vence clássico contra o Sesc Flamengo e segue invicto na Superliga

Osasco São Cristóvão Saúde segue imbatível na Superliga Banco do Brasil 2020/21. Conquistou a sétima vitória consecutiva ao bater o Sesc Flamengo por 3 sets a 0, parciais de 25/16, 28/26 e 25/14, em 1h21min, na noite desta terça-feira (1), no ginásio José Liberatti. Com o resultado positivo no jogo que é considerado o maior clássico do vôlei feminino do mundo, Tandara, Camila Brait, Jaque e cia. mantiveram a vice-liderança da competição. Na próxima rodada, na sexta-feira (4),  encara o Dentil Praia Clube, em confronto direto pela ponta da tabela.

Com oito aces, o saque foi um dos pontos fortes de Osasco na vitória sobre o Rio de Janeiro, como fez questão de ressaltar a ponteira Gabi Cândido, eleita a MVP da partida em votação nas redes sociais de Osasco e também ganhadora do troféu VivaVôlei. “Estamos trabalhando bastante o saque e isso tem sido um diferencial. E a nossa relação bloqueio/defesa também tem funcionado muito bem. Estamos com confiança e muito unidas, dando o máximo a cada jogo e acredito que seguiremos evoluindo”, analisou a jogadora que marcou 15 pontos, ultrapassada apenas por Tandara, que fez 16.

O técnico Luizomar elogiou o desempenho de sua equipe e se solidarizou com o Sesc, que teve jogos adiados em função de atletas terem contraído a Covid-19. “Foi uma boa partida do nosso time, que foi muito obediente taticamente. Por outro lado, quero me solidarizar com a equipe do Rio, que vive um momento complicado. Nosso clássico traz rivalidade, mas há um respeito muito grande de ambas as partes. Eles passaram por um momento delicado, estão retornando e desejo que volte ao seu melhor, principalmente em relação à saúde. Do nosso lado, é seguir nesse mesmo ritmo, nessa vontade, nessa eficiência técnica e tática, sempre com o pé no chão, trabalhando para construir a nossa equipe”, afirmou o treinador.

O jogo – Osasco dominou o primeiro set. Com o saque quebrando o passe das cariocas, as comandadas de Luizomar foram ampliando o placar até fechar em 25/16. Tandara marcou 7 pontos na parcial, sendo um de saque e os dois últimos, na base da largada. O ponto decisivo veio após defesa de Camila Brait. As ponteiras também contribuíram ofensivamente. Jaque e Gabi Cândido conseguiram três acertos cada.

Após um início muito tranquilo, o segundo set foi diferente. O Sesc voltou melhor e conseguiu se manter na frente até Roberta, em uma bola de segunda, empatar em 9/9. A virada veio com Jaque, na bola de xeque (10/9). Porém, a parcial foi equilibrada e Luizomar precisou pedir tempo em dois momentos em que seu time voltou a ficar atrás, no 10/13 e 12/17. Sem perder a concentração, suas comandadas seguiram no jogo. Com dois bloqueios duplos seguidos de Tandara e Mayany, chegou novamente a igualdade no 21/21. A oposta virou mais duas bolas para fazer 24/23. Mas as cariocas conseguiram o 24/24 e aumentou a dramaticidade da parcial. Jaque e Gabi atacaram para fazer mais dois sets points, mas a vitória veio com um erro do adversário, após saque forçado de Roberta: 28/26.

Com um ace de Bia, Osasco abriu 9/5 no início do terceiro set. Mayany, que já tinha cinco pontos de bloqueio, fez mais um, desta vez em ataque pelo meio: 15/9. Com volume de jogo e aproveitamento na defesa, as comandadas de Luizomar comandaram o placar. Jaque, em uma bola rápida na entrada de rede, fez 18/10. No ponto seguinte, Camila Brait fez uma defesa incrível e Roberta acionou Tandara: 19/12. A levantadora, com três pontos diretos de saque, determinou a vitória no set por 25/14 e 3 sets a 0.

Jogaram e marcaram para o Osasco São Cristóvão Saúde: Roberta (6), Tandara (16), Jaque (7), Gabi Cândido (15), Mayany (8), Bia (4) e a líbero Camila Brait. Técnico: Luizomar. Entraram: Naiane, Tainara.

Jogaram e marcaram para o Sesc RJ Flamengo: Juma (2), Milka (8), Juciely (8), Gabiru (9), Drussyla (4), Sabrina e a Camila Gomes. Técnico: Bernardinho: Entraram: Ana Cristina (8), Marcelle.

Osasco 2020/21 – Em quadra, Luizomar conta com a potência ofensiva de Tandara e Tainara; a eficiência nos bloqueios das centrais Bia e Mayany, a regularidade no fundo de quadra de Jaque e Camila Brait e a habilidade de Roberta na armação das jogadas. Completam o grupo do Osasco São Cristóvão Saúde as ponteiras Gabi Cândido, Sonaly e Ana Medina; a centrais Camila Paracatu e Karyna Malachias; as levantadoras Naiane e Amanda, a líbero Kika e a oposta Karine Schossler.

SUPERLIGA 2020/21

PRIMEIRO TURNO
9/11 – Curitiba Vôlei 1 X 3 OSASCO SÃO CRISTOVÃO SAÚDE – Curitiba/PR
13/11 – OSASCO SÃO CRISTOVÃO SAÚDE 3 X 0 Fluminense – Osasco/SP
17/11 – São Paulo/Barueri 0 X 3 OSASCO SÃO CRISTOVÃO SAÚDE – Barueri/SP
20/11 – São José dos Pinhais/AIEL 0 X 3 OSASCO SÃO CRISTOVÃO SAÚDE – São José dos Pinhais/PR
24/11 – OSASCO SÃO CRISTOVÃO SAÚDE 3 X 1 Sesi Bauru – Osasco/SP
27/11 – Itambé Minas 0 X 3 OSASCO SÃO CRISTOVÃO SAÚDE – Belo Horizonte/MG
01/12 – OSASCO SÃO CRISTOVÃO SAÚDE 3 X 0 Sesc RJ Flamengo – Osasco/SP
04/12 – 21h30 – Dentil Praia Clube X OSASCO SÃO CRISTOVÃO SAÚDE – Uberlândia/MG (SporTV)
12/12 – 21h30 – OSASCO SÃO CRISTOVÃO SAÚDE X Brasília Vôlei – Osasco/SP (SporTV)
19/12 – 19h – São Caetano X OSASCO SÃO CRISTOVÃO SAÚDE – São Caetano do Sul/SP (SporTV)
23/12 – 19h – OSASCO SÃO CRISTOVÃO SAÚDE X Pinheiros – Osasco/SP (SporTV)