Policial

Polícia prende falso advogado envolvido em golpe de mais de R$ 60 mil em banco de MT

Um homem que se passava por advogado para aplicar golpes na região norte do estado teve o mandado de prisão preventiva cumprido pela Polícia Civil, na manhã desta quarta-feira (05.10), em ação realizada pela Delegacia de Sinop (499 km ao norte do estado).

Segundo as investigações da Polícia Civil, o suspeito de 40 anos atuava como estagiário de direito se associou a comparsas do estado de Goiás para a prática de estelionato. Um dos golpes, aplicado contra um banco teria ultrapassado o valor de R$ 60 mil.

As investigações iniciaram no início do mês de setembro, quando um representante da agência bancária registrou o boletim de ocorrência informando que suspeitos teriam usado documentos falsos para abrir contas, fazer empréstimos e posteriormente realizados saques em dinheiro.


Com base nas informações passadas pelo banco, os policiais da Delegacia de Sinop iniciaram as diligências, conseguindo identificar a verdadeira identidade dos suspeitos. Dois dos investigados, chegaram a ser presos em flagrante na ocasião, porém foram colocados em liberdade durante audiência de custódia.

Na ocasião, o suspeito que trabalhava como estagiário em um escritório de advocacia confessou que se associou ao comparsa do estado de Goiás para a prática de golpes, assim como já havia o tirado da prisão algumas vezes em datas anteriores. Diante dos fatos, o delegado Ugo Ângelo Reck de Mendonça, representou pela prisão preventiva dos suspeitos que foram deferidas pela Justiça.

O mandado de prisão contra o investigado, que atuava como advogado, foi cumprido na manhã desta quarta-feira (05) pelos policiais da Delegacia de Sinop, sendo posteriormente o suspeito colocado à disposição da Justiça.

 

Leia Também