Política

“População não vai perdoá-lo”, diz Wilson sobre EP disputar o Governo

Santos lembra que em 2010 renunciou a prefeitura para disputar o Governo e acabou não tendo sucesso

Da Redação

“Peço para Emanuel Pinheiro não cometer o mesmo erro e terminar o mandato de prefeito de Cuiabá”. Essa é a avaliação do deputado estadual Wilson Santos (PSDB) a respeito das últimas declarações do prefeito Emanuel Pinheiro (MDB) a respeito da possibilidade de ser candidato a governador nas eleições de 2022.

Em entrevista a Rádio Vila Real na manhã desta terça-feira (16), o parlamentar lembrou que disputou o governo do Estado nas eleições de 2010 após renunciar a Prefeitura de Cuiabá rompendo o voto de confiança da população que lhe outorgou dois mandatos sucessivos à frente do Palácio Alencastro.

“Se eu pudesse dar um conselho ao prefeito Emanuel Pinheiro seria o seguinte: conclua o mandato de prefeito e depois firme um contrato social com a população. O mandato do Emanuel tem feito obras importantes. A população não vai perdoá-lo em caso de renúncia”, disse.

O deputado Wilson Santos lembra que sua candidatura ao governo do Estado foi impulsionada pelas pesquisas eleitorais da época que lhe conferiam até 38% de preferência do eleitorado para a disputa ao governo do Estado.

Porém, após renunciar ao mandato a prefeito de Cuiabá, foi identificado em pesquisas que a população não aceitou a renúncia para disputar a um novo cargo eletivo, ainda que tivesse boa aprovação e popularidade pelas ações desenvolvidas à frente do Palácio Alencastro.

“Fizemos um ótimo trabalho social com Cuiabá Vest, Siminina, Avenida das Torres e tantas outras ações. Fui reeleito com 175 mil votos. O Emanuel na última eleição no segundo turno recebeu 135 mil votos. Se pudesse dar um conselho ao Emanuel é para ficar na Prefeitura de Cuiabá e terminar o mandato”, disse.

Leia Também

Menu