Política

Presidente da AL diz ter sido ludibriado por organizadores de reality show

O presidente da Assembleia Legislativa (ALMT), Eduardo Botelho (União), afirmou ter sido ludibriado pelos organizadores do reality show ‘Casa Digital MT’ para que destinasse R$ 450 mil para o evento envolvendo digitais influencers, e solicitou a devolução dos recursos aos cofres públicos.

Segundo ele, o que foi apresentado seria um treinamento com mais de mil influencers para divulgarem o potencial turístico do Estado. ‘Estou envergonhado de ter sido ludibriado e usado pra isso. O objetivo não era esse, o objetivo era treinar mais de mil pessoas para ensinar eles a levarem a beleza de Mato Grosso, a publicar o turismo, a gastronomia, era esse o intuito. Não tinha nada de confinamento. Então eu tô pedindo pro Ministério Público tomar as providências, pedi pra Secretaria também”, disse nesta segunda-feira (27).

Botelho encaminhou dois ofícios na última sexta-feira (24) para a secretaria de Cultura, Esporte e Lazer (Secel), e ao Ministério Público de Mato Grosso (MPMT), pedindo a devolução dos recursos e a investigação no caso. O parlamentar também afirmou que quando os deputados destinam as emendas para o setor da Cultura, eles vão para os projetos já aprovados pela pasta, e que a fiscalização passa a ser da própria Secretaria.

‘Daqui pra frente eu vou analisar melhor os projetos quando trazer, porque na verdade você traz uma ideia pro deputado pra colocar o orçamento. Deputado coloca orçamento. Aí não é nós que analisamos o que vai ser feito. Eu coloquei orçamento para a secretaria da Cultura pra treinar influências e tal. Agora daí pra frente, como que vai ser feito, qual método, não é nós que fazemos. A pessoa entra com o projeto lá, tem uma comissão que analisa e aprova esse projeto. O deputado não tem participação nisso, infelizmente aconteceu isso que eu reprovo veementemente  e que eu pedi pro Ministério Público tomar as providências’, completou.

O Ministério Público já abriu procedimento investigatório na última quinta-feira (23), para apurar tais fatos, além de ter compartilhado com o Ministério Público Eleitoral (MPE) as informações para identificar possíveis crimes eleitorais.

O reality show ‘Casa Digital’ ocorreu em Várzea Grande, onde os participantes ficarão 8 dias confinados para produzirem conteúdos de divulgação do potencial turísticos do Estado. O vencedor ganhará R$ 25 mil. A apresentação será feita pelo ex-deputado Jajah Neves.

Leia Também:  Assembleia aprova “Programa de Alimentação Balanceada” para escolas de MT

A repercussão negativa do envio da emenda parlamentar para o evento fez com que Eduardo Botelho recuasse. Porém, parte do recurso já foi pago pela Secretaria de Cultura.

Leia Também