Política

Presidente da AL-MT avalia que câmeras em fardas em MT será “inevitável

Presidente da Assembleia Legislativa, o deputado Eduardo Botelho (União) acredita que é inevitável a implantação de câmeras nas fardas dos policiais militares de Mato Grosso. Segundo ele, o mundo está cada vez mais digital.

“Eu acho que se não colocar agora, em algum momento vai ter que colocar. Isso veio para ficar e não adianta, nós estamos vivendo em um mundo digitalizado que quando você levanta já está com o celular na mão filmando. Isso é o mundo hoje e não adianta a gente tentar ser diferente”, pontuou.

Além disso, ele concorda que lugares em que a medida foi implantada, a violência policial foi reduzida e citou como exemplo os Estados Unidos, Alemanha e São Paulo.

“Estados Unidos já tem há muito tempo, no Brasil São Paulo tem e Brasília está trabalhando para fazer, é algo que veio e vai acabar ficando. Quem trabalha correto e dentro da lei eu não vejo motivo para não ter uma câmera. Eu acho que ele é muito bom para os policiais, inclusive, porque muitas vezes o cara entra [na audiência de custódia] dizendo que foi agredido e na verdade não aconteceu nada, na maioria das vezes”, avaliou.

A Comissão de Segurança Pública e deu o parecer contrário pela aprovação e agora aguarda a decisão do plenário se mantém ou não o parecer.

Leia Também