Indústria

Produção de motocicletas cresce 26% em outubro

O Polo Industrial de Manaus (PIM) produziu, em outubro, 137.346 motocicletas, aponta levantamento da Associação Brasileira dos Fabricantes de Motocicletas, Ciclomotores, Motonetas, Bicicletas e Similares (Abraciclo), divulgado hoje (10). A produção é 26,6% maior do que a registrada no mesmo mês do ano passado, quando foram fabricadas 108,4 mil unidades. Na comparação com setembro, houve um recuo de 1,6%, tendo em vista que no mês anterior a produção ultrapassou 139 mil motocicletas.

A associação destaca que é o terceiro melhor resultado do ano. A produção caiu após os dois meses com maior produção de 2022: agosto (145,8 mil), que é o melhor número, e setembro (139,6 mil).

O presidente da Abraciclo, Marcos Fermanian, disse em nota que “a indústria segue em expansão e mantém o ritmo de crescimento para atender aos consumidores”. Ele apontou ainda que a alta no preço dos combustíveis pode levar mais pessoas a optarem “pelo guidão” por serem mais econômicos.

De janeiro a outubro, foram produzidas 1.198.889 motocicletas no polo de Manaus, uma alta de 19,3% em relação ao mesmo período do ano passado. Em 2021, saíram 1.005.014 unidades das linhas de montagem.

A Abraciclo disse que esse é o melhor resultado para os dez primeiros meses do ano desde 2014. Naquele ano, foram fabricadas mais de 1,3 milhão de unidades. A entidade projeta a produção de 1,420 milhão de motocicletas este ano, o que representa um acréscimo de 18,8% nos números de 2021.


Vendas
No varejo, foram negociadas 120.273 motocicletas em outubro, uma alta de 24% em relação a outubro do ano passado, quando 97 mil unidades foram licenciadas. Na comparação com setembro, o volume é 2,7% menor, pois foram vendidos mais de 123 mil motocicletas. Outubro também foi o terceiro melhor mês nos emplacamentos. O melhor número foi registrado em maio com 133.344 licenciamentos, seguido por setembro, com 123.641.

A média diária de vendas, no mês, que teve 20 dias úteis, foi de 6.014 unidades. Em outubro de 2021, que teve um dia útil a menos, a média ficou em 5.105 emplacamentos por dia. Já em relação a setembro, que teve um dia útil a mais, com média de 5.888, houve alta de 2,1%.

Exportação
As associadas da Abraciclo venderam 4.047 motocicletas para o estrangeiro em outubro, o que representa 3,2% a menos do que em outubro de 2021, quando foram embarcadas 4.182 unidades. Na comparação com setembro, a retração chega a 30,1%, com a exportação de 5.786 unidades. A associação utiliza os dados do portal de estatísticas de comércio exterior Comex Stat para indicar que a Argentina foi o principal destino do mês de outubro, com 29% do total.

No acumulado do ano, as exportações somam 47.717 motocicletas, um volume 1,6% maior na comparação com o período de janeiro a outubro do ano passado. Os dados do Comex Stat apontam que a Colômbia é o principal mercado, representando 28,1% das exportações, seguida pela Argentina, com 24,3% do total exportado.

Por região
Em outubro, a Região Norte teve alta de 33,9% no volume de licenciamentos, com 15.370 motocicletas vendidas. É o maior crescimento percentual no volume de emplacamentos em um ano. Em números absolutos, a liderança em vendas é do Sudeste, com 38,1% de participação do mercado e mais de 45,8 mil unidades licenciadas. O Nordeste aparece em seguida, com 30,1% do mercado e 36,1 mil unidades. (Agência Brasil)

Você precisa fazer o login para publicar um comentário.

Leia Também

Comentários