Projeto Luz lança aplicativo em defesa das vítimas de abuso sexual em Nova Mutum

Foto Pixabay

O “Projeto Luz – Nova Mutum protege as suas crianças e adolescentes” realizou nesta terça-feira (26), durante encontro promovido por videoconferência, o lançamento de um aplicativo que proporcionará agilidade no enfrentamento aos casos de abuso sexual contra crianças e adolescentes. Nesse primeiro momento, a ferramenta foi disponibilizada apenas aos integrantes da rede de proteção para treinamento e eventuais ajustes. A próxima etapa será a disponibilização do acesso para toda a sociedade.

Com o aplicativo, os integrantes da rede de proteção poderão acompanhar os casos de abuso sexual contra crianças e adolescentes em andamento e registrar em tempo real a ocorrência de novos casos. A ferramenta permite também a inclusão de arquivos em imagem dos documentos que normalmente acompanham o registro, como exame de corpo e delito, formulário da notificação, boletim de ocorrência, fotografias, entre outros ítens. Além disso, as instituições parceiras terão a oportunidade de incluir todos os atos relativos ao caso, o que possibilitará o acompanhamento da rede de todas as providências adotadas.

A nova ferramenta possibilitará ainda o acesso a estatísticas como faixa etária das vítimas, perfil do agressor, número de casos por localidade, entre outras informações. Os contatos das pessoas que integram a rede de proteção também serão disponibilizados. A promotora de Justiça Ana Carolina Rodrigues Alves Fernandes explica que, antes do aplicativo, a comunicação era feita pelo whatsApp. Agora, a expectativa é que o trabalho ocorra de forma mais dinâmica e sistematizada.

Importante deixar claro, que o acesso às informações será diferenciado entre os integrantes da rede e a sociedade em geral, até mesmo por conta do sigilo que estas situações exigem. A proposta é que a versão que será disponibilizada à sociedade possibilite apenas o registro de denúncias, a inclusão de eventuais provas e os contatos dos integrantes da rede de proteção”, explicou a promotora de Justiça.

O titular da Procuradoria de Justiça Especializada na Defesa da Criança e do Adolescente, Paulo Roberto Jorge do Prado, participou do lançamento e destacou a importância da iniciativa. “É mais uma ferramenta que passaremos a contar na defesa das crianças e dos adolescentes. Tenho certeza que em breve esta iniciativa poderá ser compartilhada com outras comarcas e também será vista como meio inibidor contra o agressor que está presente em todas as camadas sociais”, destacou.

Os promotores de Justiça que também atuam em Nova Mutum, Henrique de Carvalho Pugliesi e Daniele Crema da Rocha de Souza, também estão cheios de expectativas. “Vamos para mais este desafio com a certeza que será uma iniciativa bem-sucedida”, ressaltou Pugliesi. “Esse aplicativo será um sucesso, pois a rede de proteção às crianças e adolescentes em Nova Mutum é muito integrada”,acrescentou Daniel Crema da Rocha.

Também participaram a videoconferência de lançamento do aplicativo, representantes da Secretaria Municipal de Assistência Social, Secretaria Municipal de Saúde, Creas, Polícia Militar, Polícia Civil, Secretarias Municipal e Estadual de Educação e Conselho Tutelar.

TROCA DE EXPERIÊNCIAS: Nesta sexta-feira (29), às 14h, o “Projeto Luz – Nova Mutum protege as suas crianças e adolescentes” participará de uma live promovida pelo Tribunal de Justiça de Mato Grosso sobre Depoimento Especial. O tema será abordado pela promotora de Justiça Ana Carolina Rodrigues Alves Fernandes e magistrados. A transmissão ocorrerá na página do YouTube do TJ/MT.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *