Cidades

Revisão veicular garante segurança e torna a viagem de fim de ano muito mais feliz

Não pegue a estrada sem verificar motor, pneus, freios, luzes e eletrônicos

Não há nada pior para um motorista que um probleminha inesperado no carro durante uma viagem de férias ou à negócios. Por isso, manter a manutenção em dia é fundamental, seja em carros populares ou nos carrões de luxo. Além da tranquilidade, a revisão garante a preservação das peças e dos sistemas mecânico, elétrico e  eletrônico do veículo.

Rodar com o óleo vencido, por exemplo, provoca atrito das peças do motor trazendo grandes prejuízos: mantenha óleo e filtro sempre em dia. O mesmo ocorre em relação ao sistema de arrefecimento. Já pensou perder o cabeçote de uma Ferrari por falta de aditivo no radiador?

Você também não vai querer ficar sem freios na estrada, não é mesmo? Portanto, verificar pastilhas e discos e manter os pneus em bom estado são fundamentais.

Velas, cabos e bicos de injeção devem estar sempre em ótimo estado. Afinal, deles depende o bom funcionamento do motor, a alta performance do carro e a economia de combustível.

Também é preciso verificar a qualidade do filtro de ar, cuja função é impedir que impurezas no sistema de combustão  provoquem entupimento de algumas válvulas.

O escapamento é um grande balizador da qualidade de queima do combustível. Fumaça preta ou cheiro ruim são sinais de que é preciso verificar os itens acima e também a sonda lambda, responsável pelo controle da queima de combustível.

Além de tudo isso, é preciso ficar atento a todos os sensores eletrônicos, à iluminação do carro , o que pode ser verificado numa rápida revisão elétrica.

Ah, não esqueça de dar uma olhadinha nas paletas do para-brisas: ressecadas elas não limpam e ainda arranham o vidro te deixando com a visão do trânsito comprometida. Lembre-se ainda, de substituir periodicamente o filtro do ar-condicionado. Afinal, você não quer colocar em risco a sua saúde nem a da sua família respirando impurezas.


A revisão do carro evita que ocorram problemas que, com o tempo, podem causar uma pane mais grave.

De quanto em quanto tempo é preciso fazer a revisão do carro?
Hedio Carloto, SEO da empresa Regescap, que há 40 anos é líder na manutenção de veículos nacionais e importados em Cuiabá e Várzea Grande (MT), explica que, em geral, a revisão deve ser feita a cada seis meses ou a cada 10 mil quilômetros rodados. O mais indicado é consultar o manual do proprietário onde constam todas as informações acerca do veículo, inclusive a periodicidade da revisão.

Ele ressalta que “mesmo que o carro fique por um longo período parado, ainda assim é imprescindível que passe por uma revisão”. Lembra também, que veículos usados de forma intensa (como carros de frota, aluguel ou transporte de passageiros) devem passar por revisões menos espaçadas, já que as peças e sistemas são submetidos a um desgaste bem maior.

“A escolha de um combustível de qualidade, a calibragem dos pneus, verificação do nível de óleo, testes de faróis, setas e lanternas, acompanhamento do desgaste dos pneus e das pastilhas dos limpadores de para-brisas são atitudes simples que precisam ser feitas pelo menos uma vez ao mês. Elas não substituem a revisão técnica, mas ajudam a prolongar a vida útil do carro e a segurança de motorista e passageiros”, explica Hedio.

Detalhes da revisão

Motor – Do motor, depende o bom  funcionamento e o desempenho do carro de uma forma geral. Por isso, tudo que esteja ligado a ele requer uma observação reforçada. Alguns sinais podem apontar problemas, como o surgimento de fumaça, barulhos e aquecimento inesperado. Um diagnóstico precoce evita dor de cabeça e alto gasto com conserto.

Freios – O sistema de frenagem é parte fundamental. Antes de pegar a estrada é preciso verificar fluido, pastilhas, tambor e disco. Com a função de diminuir o tempo de frenagem, o fluido deve ser substituído pelo menos uma vez ao ano. Os demais componentes podem ser trocados, em média, a cada 20 mil quilômetros rodados em carros manuais e a cada 10 mil quilômetros em  veículos automáticos.

“O proprietário deve procurar seu mecânico de confiança sempre que o veículo demonstrar algum problema relativo ao freio, como ruídos, vibração no pedal e no volante. Lembre-se de que o sistema de frenagem é parte essencial para a segurança e deve estar sempre em excelentes condições”, explica Hedio Carloto.

Pneus – Os pneus devem ser checados a cada 15 dias, tendo em vista as péssimas condições das ruas e estradas brasileiras. Esteja sempre atento ao alinhamento e ao balanceamento para garantir longevidade dos pneus.

“Se você perceber qualquer sinal de desgaste, faça a troca imediata dos pneus. Pneus ‘carecas, com deslocamento estrutural ou desalinhados representam riscos para a viagem”, explica o SEO.

Filtros – Com influência direta na vida útil do motor e no consumo de combustível, os filtros do motor têm como função evitar que as impurezas penetrem no componente e alterem seu funcionamento. Sendo assim, devem ser trocados no período indicado pelo fabricante do veículo.

Sistema elétrico – A revisão elétrica verifica a iluminação interna, externa, sinalização e o funcionamento dps sensores eletrônicos. Deve ser feita a cada seis meses ou sempre que um componente falhar, o que pode estar também relacionado com a bateria do veículo. Fique atento ao painel do carro, ele acusará qualquer problema.

Arrefecimento – O sistema de arrefecimento, composto por radiador, bomba, reservatório de água, mangueiras, ventoinha e fluido, deve passar por revisão completa a cada seis meses, em média, em uma oficina especializada.

“É preciso dizer que o ar-condicionado do veículo também depende do bom funcionamento desse sistema. Por isso, fazer a devida manutenção é essencial para que tudo funcione bem. Sinais como odores indesejáveis na parte interna do carro e possíveis vazamentos podem indicar problemas no arrefecimento”, explica Hedio.

“Por fim, é importante destacar que os prazos de revisão do carro devem se basear nos períodos indicados pelo fabricante. Não deixe de fazer a revisão. Sabemos que muitos proprietários a deixam de lado ‘para economizar’ uma grana pra viagem Mas pergunto: quanto vale a vida das pessoas que utilizam o carro?”, completou.

Antes de viajar, ligue e agende sua revisão na Regescap:

Unidade 1 – Avenida Fernando Corrêa da Costa, 4.604. Cuiabá. Tel: (65) 3682-6120.

Unidade 2 – Avenida Carmindo de Campos,  770 – Cuiabá. Tel: (65) 3625001.

Unidade 3 –  Avenida Ulisses Pompeu de Campos,  750 – Várzea Grande. Tel: (65) 3661-5925.

 

Leia Também