Política

‘Se você deixar, o PT bate sua carteira’, diz Ciro Gomes, em entrevista a Ratinho

O candidato Ciro Gomes (PDT) foi entrevistado ao vivo pelo apresentador Ratinho no SBT na noite da segunda-feira 19. Em 30 minutos, o ex-governador do Ceará tratou de propostas e responsabilizou o Partido dos Trabalhadores (PT) pelo momento de instabilidade no país.

Ciro Gomes é o segundo presidenciável a participar do quadro “Candidatos com Ratinho”, depois da aparição do presidente Jair Bolsonaro (PL).

Na conversa com o apresentador do SBT, Ciro disse que Lula “está prometendo picanha e cerveja para o povo e está mentindo”. Questionado sobre sua orientação política, o candidato do PDT afirmou se considerar de centro-esquerda e, em seguida, criticou a atuação dos petistas na frente “progressista”.


“No Brasil até este termo de esquerda foi roubado pelo PT. Aliás, se você deixar, o PT bate sua carteira, virou uma organização criminosa. Existem exceções. É duro eu dizer isso, mas por isso me afastei, para nunca mais chegar perto dessa gente. O mal que o Lula tem feito ao país é muito extenso”, afirmou Ciro no SBT.

Ciro Gomes foi ministro da Integração Social durante o primeiro mandato de Lula na Presidência, entre 2003 e 2006. No entanto, depois se afastou do petismo e tentou se viabilizar como uma alternativa de esquerda ao eleitorado, mas sem sucesso até o momento em pleitos nacionais.

“O povo brasileiro, indignado com o mais devastador escândalo de corrupção e com a mais grave crise econômica da nossa história, elegeu Bolsonaro. Será que é razoável agora, decepcionado com Bolsonaro, votar no Lula, um dos maiores responsáveis por essa tragédia? Precisamos desarmar essa bomba”, comentou o candidato do PDT. (Revista Oeste)

Leia Também

Comentários