CidadesSaúde

Secretária afirma: Emanuel Pinheiro é mentiroso e o governo já repassou R$ 509 milhões para Cuiabá

REPASSES DA SAÚDE

A secretária de Estado de Saúde, Kelluby de Oliveira, afirmou que o prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro, é um “mentiroso”, ao apresentar fatos inverídicos sobre os repasses do Governo para a saúde pública da capital.

“Ele só pode estar de brincadeira ou não tem ideia do que acontece dentro da Secretaria Municipal de Saúde. Em três anos e oito meses já repassamos para a saúde pública de Cuiabá R$ 509 milhões. É um absurdo como ele trata esse assunto. Um desrespeito. Ele é um grande mentiroso, por isso estamos apresentado todos os repasses realizados pelo Governo de Mato Grosso”, destacou.

Na tabela apresentada pela secretária, que é o repasse do Fundo Estadual de Saúde para o Fundo Municipal de Saúde de Cuiabá, são comprovados todos os recursos disponibilizados ao município, como para atenção básica, cirurgias cardíacas, pediátricas, farmácia básica, UTIs, covid, entre outros serviços.


“Ele solta essa mentira e acha que a população irá acreditar nisso, ou ela acha que não temos controle das nossas finanças? Que não sabemos o que repassamos? Será que ele acredita que nós não vamos cobrar, por exemplo, pelos mais de R$ 5 milhões que repassamos para ele fazer cirurgias eletivas, pelo programa Mais Cirurgias, e até agora não prestou conta de um centavo desse recurso?”, questionou a secretária.

Sobre os valores do programa Mais Cirurgias, um total de R$ 5,3 milhões, a secretária informou que já é de conhecimento do Ministério Público Estadual o não cumprimento do pactuado.

Outro ponto destacado por Kelluby como mais uma mentira de Emanuel, diz respeito a afirmação que “Cuiabá carrega a saúde pública de Mato Grosso nas costas”. “Mais uma vez ele mente para a sociedade. Nós abrimos o Hospital Estadual Santa Casa que ele deixou fechar. E oferecemos agora 195 leitos e também temos o Hospital Metropolitano com mais 278 leitos. A maioria dos nossos pacientes, por exemplo da Santa Casa é de Cuiabá. O que Emanuel Pinheiro se esquece, por pura conveniência, é que o Sistema Único de Saúde é universal. Assim como ele atende pessoas do interior, que são reguladas e ele recebe por prestar esse atendimento, nós também fazemos o mesmo e não criamos confusão por isso”, ressaltou.

Ainda de acordo com Kelluby, o grande problema do prefeito da Capital é falta de conhecimento. “Ele desconhece a realidade do estado. Estamos reformando os Hospitais Regionais, construindo 6 grandes hospitais e ao contrário da gestão que ele faz, nós não temos problemas de falta de medicamento nas nossas unidades e nem greve de profissionais”, frisou, acrescentando que “o prefeito deveria era cuidar de Cuiabá, tirar a capital das páginas policiais por operações, ao invés de se preocupar em atacar quem está cuidando do povo mato-grossense”.

Você precisa fazer o login para publicar um comentário.

Leia Também