Seis hospitais de MT estão com 100% das UTIs para Covid lotadas

Estado possui 440 leitos para tratar da pandemia

Da Redação

Seis hospitais de Mato Grosso que atendem pelo Serviço Único de Saúde (SUS) estão com 100% ou 90% da taxa de ocupação de leitos de UTI para pacientes com coronavírus (Covid-19). O dado conta no boletim diário sobre o panorama da pandemia no estado, divulgado pela Secretaria Estadual de Saúde de Mato Grosso (SES-MT) nessa segunda-feira (11).

Mato Grosso conta com 21 hospitais, entre municipais, regionais e estaduais, para atender pacientes em mais de 400 leitos. No total, 253 desses leitos estão ocupados.

De acordo com a SES-MT estão com 100% dos leitos ocupados o Hospital Municipal Arlete Daisy Chichetti de Brito (Tangará da Serra), Hospital Regional de Sorriso e Hospital Regional Hilda Strenguer Ribeiro (Nova Mutum). Já o Hospital e Maternidade Santa Rita (Várzea Grande), Hospital Municipal de Juína e Hospital Regional Irmã Elza Giovanella (Rondonópolis) têm 90% da taxa de ocupação.

O Hospital Regional de Sinop está com 89% dos leitos ocupados, seguido do Hospital Santa Casa, em Cuiabá, com 80% e Hospital Regional Dr Antonio Fontes (Cáceres) com 80%. A SES-MT notificou, até a tarde desta segunda-feira, 191.106 casos confirmados da Covid-19 em Mato Grosso, sendo registrados 4.694 óbitos em decorrência do coronavírus no estado.

Nas últimas 24 horas, foram notificadas 1.747 novas confirmações de casos de coronavírus e 10 mortes no estado. Dos 191.106 casos confirmados da Covid-19 em Mato Grosso, 6.799 estão em isolamento domiciliar e 178.722 estão recuperados.

Entre casos confirmados, suspeitos e descartados para a Covid-19, há 253 internações em UTIs públicas e 264 em enfermarias públicas. Isto é, a taxa de ocupação está em 62,78% para UTIs