Taques inicia campanha nas redes sociais

0
4

Da Redação

O ex-senador e ex-governador Pedro Taques (Solidariedade) decidiu lançar sua candidatura ao Senado Federal por meio de um vídeo postado em suas contas nas redes sociais. Nele, Pedro destaca que sua campanha será pautada pela legalidade e com respeito à vida. No lançamento da campanha pela internet, o candidato buscou demonstrar respeitos aos 3.394 mato-grossenses vítimas das covid-19 e seus familiares e amigos.

O candidato disse que vai respeitar todas medidas de distanciamento social para evitar a proliferação da covid-19 em Mato Grosso.  “Nós só vamos fazer o que é certo! Entre o fácil e o certo, sempre fique com o certo”, disse o postulante ao cargo de Senador por Mato Grosso.

No vídeo, Pedro destaca o desejo de voltar ao Senado da República e de orgulhar o povo do estado, como fez entre os anos de 2011 a 2014. “Foi uma decisão difícil, algumas pessoas da minha família não queriam, outras me incentivaram. Mas, depois nos unimos, para que eu possa voltar ao Senado. Agora eu preciso de você, eu preciso de cada mato-grossense, seja ele morador de Colniza, Confresa, Itiquira, do Araguaia, do Vale do Rio Cuiabá ou de Sinop”, afirmou.

Pedro aproveitou a mídia para reforçar que o Senado é o local em que todos os estados possuem a mesma representatividade, seja o Acre (menor estado em termos populacionais do país) ou São Paulo (o mais populoso e o maior economicamente). “Eu quero ser o seu senador para que Mato Grosso possa ter voz no Senado da República”.

Pedro será candidato pela chapa “Todos Somos Mato Grosso” que tem o Solidariedade e o Cidadania em sua formação. A aliança foi firmada para a eleição suplementar ao Senado que acontece em 15 de novembro. A eleição será junto com o pleito municipal.

Dois servidores públicos fazem parte da chapa com Pedro, o Delegado Fausto (Cidadania) e a Doutora Elza Queiroz (Solidariedade), primeiro e segundo-suplente respectivamente.  O Delegado Fausto tem 39 anos e atua como delegado em Mato Grosso há 13 anos.

Em 2016 foi presidente do Intermat, e em 2017 assumiu o Gabinete de Transparência e Combate à Corrupção (GTCC), na gestão de Pedro como governador. No fim de 2017, assumiu o comando da Secretaria de Justiça e Direitos Humanos (Sejudh). Ele voltou à Polícia Civil na Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) em 2019. Ele será o primeiro suplente da chapa.

Elza Queiroz é médica, anestesiologista, professora da Universidade Federal de Mato Grosso e servidora da Secretaria de Estado de Saúde de Mato Grosso  (SES). Foi presidente do Sindicato dos Médicos de Mato Grosso e é filiada ao Solidariedade. Ela será a segunda suplente da chapa.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui