CidadesSaúde

Uso exagerado do celular acelera o surgindo de rugas e marcas, diz pesquisa

“Teck neck” é o nome dado ao aparecimento precoce de papadas causado pela inclinação de nossas cabeças para olhar para a tela do celular

Não é de hoje que nossas mães nos alertam sobre os malefícios do uso prolongado dos celulares, mas uma consequência que nem elas poderiam prever é o aparecimento precoce de rugas horizontais e as famosas papadas, que ganhou o nome de tech neck (pescoço tecnológico, em tradução livre).

Uma pesquisa realizada pela Universidade de Chung-Ang, na Coreia do Sul, apontou que marcas e vincos no pescoço que antes eram observados em mulheres a partir dos 40 anos, já são visíveis em mulheres mais jovens, de 29 anos.

A especialista em gerenciamento de pele, Thallita Zecchin, destaca que o pescoço possui uma pele muito fina e pouco hidratada. “É natural que pequenas linhas presentes nessa região vão se acentuando ao passar do tempo, mas com a frequente inclinação da cabeça para baixo, por horas, acelera o processo de envelhecimento dessa região”.

A “papada” pode ser causada por excesso de peso, flacidez, por fatores genéticos ou até mesmo pela estrutura facial de acúmulo de gordura nessa área. “É um vício de posição que a longo prazo causa muito incômodo. Não é incomum chegarem procurando procedimentos para amenizar a papada ou o segundo queixo, como muitas chamam”, conta a especialista.


TRATAMENTO – Com o avanço dos procedimentos estéticos, hoje em dia já existem soluções sem cortes e praticamente indolores, como a lipo enzimática de papada.

Essa técnica utiliza ácido deoxicólico que age na destruição das células que armazenam a gordura. “Distribuímos o produto no local delimitado e isso ajuda na quebra das células adiposas e define o contorno do rosto”, explica Thallita.

O tratamento pode ser realizado em média de quatro a seis sessões, com intervalo de 30 dias. As aplicações duram cerca de 30 minutos e são feitas em consultório. Por se tratar de um procedimento simples, a recuperação é tranquila, podendo apresentar apenas inchaço no local por alguns dias.

Pode ser indicado ainda uso de uma faixa compressora ou microporosa após o quarto dia da aplicação, juntamente com uma drenagem local que ajude a desinchar a região. Apesar disso, o paciente pode voltar para sua rotina normal após as aplicações, devendo seguir as orientações de um profissional de sua confiança.

Leia Também

Comentários