CidadesSaúde

Vacinas contra a Covid devem acabar no sábado em VG

G1-MT

A previsão é que as vacinas contra a Covid-19 destinadas para aplicação da 2ª dose terminem no próximo sábado (20), em Várzea Grande, região metropolitana de capital. Em todo o estado, os estoques da vacina estão no fim ou à beira do fim.

Cuiabá e Rondonópolis, por exemplo, já suspenderam a imunização e mantêm apenas a aplicação da segunda dose. Já Sinop e Cáceres devem parar nesta quarta-feira (17). Barra do Garças também está com o estoque chegando ao fim.

A responsável Técnica de Vigilância em Saúde de Várzea Grande, Relva Cristina Silva, disse em entrevista à rádio Centro América FM que foram disponilizadas apenas 1.969 para a aplicação da segunda dose. Desse total, 1.551 foram aplicadas.

Desde o início da campanha, segundo Relva, a meta era vacinar seis mil profissionais da saúde. No entanto, nem todos do grupo prioritário procuraram pelo imunizante. Com isso, foi aberta a vacinação para idosos de acima de 81 anos.

“Foi orientado a remeter as doses para os idosos, no entato, a secretaria optou por assegurar os imunizantes para a aplicação da segunda dose nos profissionais de saúde. Foi um percentual pequeno, porque não podemos ficar com essas doses paradas esperando esses profissionais”, explicou.

De acordo com Relva, todas as 2ª doses aplicadas foram em profissionais de saúde.

Agora o município espera receber novas doses do estado para que a segunda dose dos idosos também seja garantida dentro do prazo.

O prazo estabelecido para a aplicação da segunda dose da Coronavac é entre 14 e 28 dias após a primeira dose. Caso as vacinas não cheguem nas próximas semanas, o prazo será ultrapassado.

A Astrazeneca também tem a segunda dose, mas em um prazo de 90 dias após a aplicação da primeira dose.

Nesta quarta-feira (17), o governador Mauro Mendes (DEM) participou de uma reunião entre outros governadores e o ministro da Saúde, general Eduardo Pazuello, para falar sobre a liberação de mais vacinas aos estados.

Ainda esse mês, Pazuello garante que serão entregues 2 milhões de doses da Astrazenica Fiocruz e 9,3 milhões da Sinovac Butatan.

 

Leia Também

Menu