Cidades

Várzea Grande segue com as campanhas de vacinação nas 22 unidades básicas de saúde

A Secretaria Municipal de Saúde de Várzea Grande segue com as Campanhas Nacionais de Vacinação contra poliomielite, influenza, Covid-19 e multivacinação em todas as Unidades Básicas de Saúde (UBS) e Unidades de Saúde da Família (USF), que somam 22 no Município. A vacinação ocorre de segunda a sexta-feira das 7h30 às 16h30. Não é necessário agendamento. Basta apresentar RG ou CPF e comprovante de residência. No caso da vacina da Covid-19, é necessário também apresentar o cartão com as doses anteriores.

O motivo, segundo o secretário de Saúde de Várzea Grande, Gonçalo de Barros, em dar continuidade às campanhas é não permitir que doenças imunopreviníveis retornem para atingir a população. A OPAS (Organização Pan-Americana de Saúde) fez o alerta para baixas coberturas vacinais no Brasil, com destaque para a poliomielite, o que coloca em risco, toda a estratégia nacional de vacinação.

“Em Várzea Grande fazemos muitas ações a fim de aumentar a população vacinável, imunizada. Por exemplo, em dois dias ‘D’ de vacinação, nos finais de semana, aplicamos cerca de 7 mil doses de vacinas, um bom resultado. Agora com todas as vacinas nas 22 Unidades Básicas de Saúde, até o final do ano, a população poderá tomar as vacinas próxima de suas casas. Outra informação importante é que a Secretaria decidiu desativar o ponto do Várzea Grande Shopping e manter as vacinas nos 22 pontos, localizados nas unidades básicas que possuem equipes multidisciplinares, com acolhimento adequado para vacinar toda a nossa população”, orientou o secretário.

A superintendente de Vigilância em Saúde, Relva Cristina de Moura, explica que o Ministério da Saúde oferta vacinas nos vários ciclos de vida da pessoa, quando nasce, criança, adolescente, jovem e adulto. “Por exemplo, durante o primeiro ano de vida, o bebê recebe um número maior de vacinas, diferente de outras etapas da infância e vida adulta. Os imunizantes são preparados para acompanhar cada etapa do desenvolvimento das pessoas”.


Com a Caderneta da Criança, o Ministério da Saúde disponibiliza informações sobre o ciclo de crescimento e as vacinas aplicadas em cada etapa da vida. Todos os imunizantes são oferecidos de forma gratuita pelo Sistema Único de Saúde (SUS). As vacinas que fazem parte da campanha da multivacinação para crianças são: Hepatite A e B, Penta (DTP/Hib/Hep B), Pneumocócica 10 valente, VIP (Vacina Inativada Poliomielite), VRH (Vacina Rotavírus Humano), Meningocócica C (conjugada), VOP (Vacina Oral Poliomielite), Febre amarela, Tríplice viral (Sarampo, Rubéola, Caxumba), Tetraviral (Sarampo, Rubéola, Caxumba, Varicela), DTP (tríplice bacteriana), Varicela e HPV quadrivalente (Papilomavírus Humano).

Já as vacinas disponíveis para os adolescentes são: As vacinas HPV, dT (dupla adulto), Febre amarela, Tríplice viral, Hepatite B, dTpa e Meningocócica ACWY (conjugada). Em Várzea Grande as vacinas da Covid-19, estão disponíveis para pessoas com 5 anos ou mais, com a primeira e segunda doses da vacina. A dose adicional, conhecida como terceira dose, é aplicada em pessoas com 12 anos ou mais, quatro meses após a segunda dose. A quarta dose é aplicada em pessoas com 35 anos ou mais e em profissionais da saúde, quatro meses após a dose adicional.

A vacina da gripe – Influenza – está disponível para toda a população com 6 meses de idade ou mais, sendo aplicada anualmente, em dose única. A campanha de vacinação da Influenza teve início em abril, para os públicos prioritários definidos pelo Ministério da Saúde, e desde junho está liberada para toda a população com 6 meses de idade ou mais. As vacinas da Covid-19 e da Influenza podem ser aplicadas no mesmo dia, se a pessoa assim desejar.

Você precisa fazer o login para publicar um comentário.

Leia Também

Comentários