Cidades

Wellington comemora inauguração de mais um trecho da BR-163

Da Redação

Redução do tempo de viagem e, principalmente, no número de vítimas em acidentes fatais está entre os resultados da duplicação da BR-163/364 entre Rondonópolis e Cuiabá. O trecho, de 210 km, era considerado um dos mais críticos do Brasil. Além do grande número de carretas com cargas oriundas principalmente da agricultura e pecuária, a rodovia é a principal ligação entre as duas cidades e entre o Norte e o Sul do país.

Esses fatores foram lembrados hoje (20.08), pelo presidente da Frente Parlamentar de Logística de Transportes, senador Wellington Fagundes (PL-MT), durante a entrega, pelo ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas, do trecho de duplicação na região do Distrito Industrial, em Cuiabá.

O parlamentar lembrou a importância da rodovia, que tem 168 km da duplicação construída em pavimento de concreto, para o transporte de cargas pesadas com destino ao terminal da Ferrovia Vicente Vuolo, em Rondonópolis, e os portos de Santos (SP) e Paranaguá (PR). “É um grande desafio para o Brasil investir nessa rodovia e em várias outras, assim como nas três ferrovias previstas para Mato Grosso’, lembrou. Mas cita os números da produção agrícola do Estado para falar em desenvolvimento econômico e social.

 

Fagundes também lembrou que a luta pela duplicação começou em 2006 e começou pelo trecho da Serra de São Vicente. “Naquela época, era uma aventura fazer o trajeto de Cuiabá para Rondonópolis. Muitas vidas se perderam”, ao citar o caso do ex-deputado estadual Hermínio Barreto, vítima de um acidente na BR-163/364. “Por isso, estamos comemorando não só a obra, mas as vidas que foram e serão salvas por esta duplicação”, disse.

O governador de Mato Grosso, Mauro Mendes, contou que conheceu a rodovia há 40 anos, quando chegou para fazer faculdade no Estado. “É inacreditável ver como hoje está essa rodovia”.

Segundo ele, Mato Grosso deve chegar à posição de 4º maior produtor mundial de alimentos em 20 anos. “Por isso, investir em infraestrutura de transportes aqui é fundamental não só para a nossa população, mas para o Brasil e o mundo”.

O ministro Tarcísio parabenizou o empenho da bancada de senadores e deputados federais na viabilização de grandes obras para Mato Grosso, que reconhece como uma região rica, de grande desenvolvimento e que precisa de um volume muito alto de investimentos.

Ele confirmou, para 17 de setembro, o lançamento das obras da Ferrovia de Integração do Centro-Oeste, que vai ligar Mara Rosa (GO) a Água Boa (MT).

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Preencha esse campo
Preencha esse campo
Digite um endereço de e-mail válido.
Você precisa concordar com os termos para prosseguir

Leia Também

Menu